A FELICIDADE NÃO SE COMPRA (1946)

A Felicidade Não Se Compra | It’s a Wonderful Life | dir. Frank Capra | EUA | ★★★★★

A Felicidade Não Se Compra Poster

É claro que eu já conhecia “A Felicidade Não Se Compra” de nome, mas não fazia ideia do poder de sua mensagem. O diretor Frank Capra (“A Mulher Faz o Homem”, “Aconteceu Naquela Noite”), depois de voltar da guerra, quis fazer um filme quase independente em que mostrasse a sua restauração na humanidade após ter documentado tantas tragédias em combate. Pena que isso só seria reconhecido somente algum tempo depois. Isso porque, apesar de ter sido lembrado no Oscar em 5 categorias, “A Felicidade Não Se Compra” foi um fracasso de público, culminando na falência do estúdio próprio de Capra. A obra ficou então em domínio público, fazendo com que diversos canais de televisão o reprisassem todos os anos em meio às celebrações de Natal. A história é uma fábula convicta, na qual o bondoso George Bailey (James Stewart), morador de Bedford Falls, vive frustrado por nunca ter saído do lugar em que nasceu, passando uma vida se dedicando aos seus concidadãos mais pobres. A benevolência de George irrita Sr. Potter (Lionel Barrymore) o banqueiro “mais rico e cruel” da cidade. Mesmo bem casado com Mary (Donna Reed) e pai de quatro filhos, uma perda monetária faz com que o protagonista pense em suicídio. As orações de todos os moradores são atendidas por Deus, que envia um atrapalhado anjo para mostrar que George foi mais importante do que ele imagina. Como se pode ver, a fábula, além de humanista, é bastante religiosa. Claro que eu precisei dar vários créditos para a questão tradicionalista da coisa toda, que envaidece o homem da moral inabalável e os valores familiares acima de qualquer coisa. “A Felicidade Não Se Compra” é um conto de Natal e, exatamente por esse motivo, não faz feio. Considero muito bem interpretado e com uma mensagem bastante condizente com as suas pretensões.

Resumo
Data
Título
A Felicidade Não Se Compra
Avaliação
51star1star1star1star1star

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.