A FLOR DO MEU SEGREDO (1995)

A Flor do Meu Segredo ​|​ ​La Flor de Mi Secreto​ ​|​ ​dir.​ ​Pedro Almodóvar ​|​ ​Espanha ​|​ ​★★★★

A Flor do Meu Segredo PosterUm amigo meu disse certa vez que Pedro Almodóvar faz filmes para mulheres. Eu concordo com muitas ressalvas. É fácil fazer tal afirmação quando o cara sabe como ninguém falar sobre o universo feminino, tamanha a delicadeza sem perder irreverência em seus principais trabalhos. “A Flor do Meu Segredo” é um ótimo exemplo. Pelo que me lembro, foi o primeiro filme que vi de Almodóvar, ainda pequeno e sem entender nada do sofrimento de Leo (Marisa Paredes em seu melhor momento na tela), uma mulher excessivamente apaixonada por Paco (Imanol Arias), o marido militar que está há meses alocado em Bruxelas. Ele retorna para Madri somente para anunciar o iminente divórcio, o que deixa Leo ainda mais atordoada. Leo é escritora de romances, porém usa pseudônimos tanto nos seus livros quanto em matérias nas quais ela fala mal do seu próprio trabalho. E como em casa de ferreiro o espeto é de pau, ela mesma desconhece o amor consciente, aquele racionalizado. Por isso que eu disse que, ainda criança, eu não saberia como interpretar o drama desta personagem. Hoje, fica fácil rolar uma mínima identificação que seja, pois é natural – pelo menos na idade em que estou – ter passado por um amor desiludido. O problema é quando o amor por outrem ultrapassa o nosso próprio. E é assim que “A Flor do Meu Segredo” é construído. Sem pressa e com muitas cenas feitas somente para acompanhar a protagonista, a obra se fortalece como um bom exemplar de Almodóvar, àquele que sabe que os impulsos dos nossos desejos muitas vezes são irracionais. E é belo o momento em que Leo passa pela fase da desilusão e começa a enxergar que a vida é muito mais do que o amor fracassado. “Você acabou de dar sentido aos dias mais obscuros da minha vida”, diz ela para um personagem passageiro. Nem tudo está perdido.

Resumo
Data
Título
A Flor do Meu Segredo
Avaliação
41star1star1star1stargray

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.