A LIBERDADE É AZUL (1993)

A Liberdade é Azul | Trois Couleurs: Bleu | dir. Krzysztof Kieślowski | França | ★★★★★

A Liberdade é Azul Poster

Liberdade é uma palavra que certamente nos remete a algo bom. Por essa razão, se torna quase incompreensível ver um filme que carrega – tanto no título quanto no lema da Revolução Francesa – um mote tão triste e perturbador. Falando a título de curiosidade, a palavra em inglês “blue” se refere à cor, mas também ao sentimento de melancolia. E é nessa última concepção que “A Liberdade é Azul” irá trabalhar, mas não de uma maneira tão entregue. São contidas inúmeras referências psicológicas e filosóficas nesse trabalho de Krzysztof Kieslowski, que abre a sua Trilogia das Cores, uma homenagem aos ideais da bandeira francesa precedido por “A Igualdade é Branca” (1994) e “A Fraternidade é Vermelha” (1994).

O filme mostra a dor de Julie (Juliette Binoche), única sobrevivente de um acidente de carro que mata o marido e sua filha de cinco anos. Traumatizada, ela tenta, sem sucesso, se suicidar. Uma orquestra inacabada que fora encomenda ao seu falecido marido – um compositor erudito – faz com que ela descubra que não há como fugir dos sentimentos que tanto evitara. Como dito, tratar de liberdade com tanto drama pode parecer incompreensível de início, mas a libertação de Julie está justamente no momento em que ela se vê sem sua família, sozinha e deprimida. Sua rota de fuga, um inteiro desvencilhamento de suas coisas e de tudo o que lembrava seus entes, se mostra fracassada quando ela conclui que nada adianta fugir do sentimento de profunda tristeza.

De natureza extremamente triste, “A Liberdade é Azul” não pretende ensinar a quem o assiste o verdadeiro ideal defendido na Revolução Francesa. Será buscada, portanto, uma nova forma de trabalhar a raiz dessa palavra. O filme é, tem a pretensão de ser e, o principal, consegue ter êxito no que se propõe: demonstrar que a liberdade da protagonista está justamente no momento em que ela vê que a fuga que pretendia fazer não é a melhor forma de conter seus sentimentos.

Filmes Conectados:

A Igualdade é Branca (1994)
A Fraternidade é Vermelha (1994)

Resumo
Data
Título
A Liberdade é Azul
Avaliação
51star1star1star1star1star

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *