A LISTA DE SCHINDLER (1993)

A Lista de Schindler | Schindler’s List | dir. Steven Spielberg | EUA | ★★★★

A Lista de Schindler Poster

Quando eu era pequeno, eu tive certo receio quando vi a capa de “A Lista de Schindler” na videolocadora perto de casa. O tema era meio indigesto, a capa grossa porque era composta por duas fitas (são mais de 3 horas de duração) e todo em preto-e-branco, que faturou nada menos que 7 Oscars. Mal sabia que iria rever o longa tantas outras vezes mais tarde. A história se passa durando a Segunda Guerra Mundial, especificamente na Cracóvia, Polônia, onde centenas de judeus começam a perder seus direitos civis e indo parar em guetos miseráveis. Chega ao local o galanteador Oskar Schindler (Liam Neeson), que pretende levantar uma fortuna com uma fábrica de esmaltados. Com a ajuda do contador judeu Itzhak Stern (Ben Kingsley), investimentos de comerciantes locais e suborno de nazistas, Schindler acaba empregando judeus e os poupando dos temerosos campos de concentração. Seu plano pode ser dificultado com a chegada do sádico Tenente nazista Amon Goeth (Ralph Fiennes). Como se pode ver, a história facilmente cai no gosto da Academia, que é majoritariamente composta por senhores judeus. “A Lista de Schindler” tem sim os seus méritos e é brilhantemente dirigido, mas hoje consigo ver claramente alguns pontos em que as situações são levadas ao extremo somente com o intuito de emocionar plateias mais sentimentais. Não que isso seja total demérito, entretanto ele se torna formuláico. O filme, que é baseado no relato apresentado no premiado livro de Thomas Keneally, poderia ter caído nas mãos de Roman Polanski, mas o mesmo fez seu retrato da guerra em “O Pianista” (2002). Schindler, apesar de ter salvado pelo menos 6.000 judeus do Holocausto, contou muito com a ajuda de sua esposa, que chegou a abrigar refugiados após o marido ter fugido por ter faturado com a Guerra. Uma figura controversa para um filme acertado.

Resumo
Data
Título
A Lista de Schindler
Avaliação
41star1star1star1stargray

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *