A MORTE DO DEMÔNIO (2013)

A Morte do Demônio | Evil Dead | dir. Fede Alvarez | EUA | ★★★★

A Morte do Demônio Poster

A jovem Mia (Jane Levy) está passando por uma fase barra pesada por conta do uso excessivo de drogas. Após enfrentar até mesmo overdoses, um casal de amigos (Jessica Lucas e Lou Taylor Pucci) resolve levá-la para uma cabana distante para que passe por um período de desintoxicação. Aparece por lá também o irmão distante de Mia, David (Shiloh Fernandez) com sua namorada (Elizabeth Blackmore). Por um acidente, eles descobrem que o porão da tal cabana guarda vestígios de uma seita demoníaca, com direito a dezenas de gatos em putrefação e um livro da morte. Ao pesquisar sobre os escritos, um dos rapazes, sem saber, acaba invocando a criatura do mal, que se apossa do corpo vulnerável de Mia.

Os primeiros sinais de incorporação surgem, mas o grupo acha que tudo é efeito da abstinência. Uma coisa que eu percebi ao assistir “A Morte do Demônio” – e que acho que nunca passou pela minha cabeça – é o tom fetichista e até mesmo misógino que muitos desses filmes contêm. As figuras femininas, maiores vítimas dessas histórias (se forem virgens, os riscos aumentam vertiginosamente) são, digamos, mas suscetíveis para possessões, figura de obsessão de assassinos em séries ou maldição que recai como uma sina. Aqui, como não preciso esconder, as mortes mais impressionantes ficam para elas, o que não tira o mérito da questão, somente a promulga. Sam Raimi, apesar de estar envolvido em sua própria criação, deu a oportunidade para um estreante ficar atrás das câmeras.

A personalidade de Fede Alvarez fica muito bem capitaneada, e as alterações do roteiro fazem com que a fita fique muito mais atual (reparem que o nome dos jovens, David, Eric, Mia, Olivia e Natalie formam as letras de DEMON ou demônio). “A Morte do Demônio” pode conter alguns inevitáveis clichês e situações inverossímeis, mas é tudo tão bem realizado e com grande preponderância do suporte animalesco disso tudo, que eu não teria medo de julgar o filme como talvez o melhor do gênero de uns anos pra cá. É um trabalho de gente que sabe o que faz.

Resumo
Data
Título
A Morte do Demôni
Avaliação
41star1star1star1stargray

Comentários (via Facebook)

comments

Um comentário

  1. Adorei este remake, realmente um ótimo filme de horror. Não cheguei a sentir “medo”, é mais a questão da aflição e da agonia das brutalidades que acontecem.

    A levada mais “séria” é bem vinda já que o original (que é excelente e super divertido) segue uma linha mais trash cômica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *