A TRAVESSIA (2015)

A Travessia | The Walk | dir. Robert Zemeckis | EUA | ★★★

A Travessia Poster

Em 1974, um francês chamado Philippe Petit teve a audácia de atravessar a distância entre as duas recém-inauguradas Torres Gêmeas do alto dos mais de 200 metros de altura, sendo sustentado apenas por um estreitíssimo cabo de aço. O espetáculo, que foi acompanhando pelos nova-iorquinos que passavam pelo local, resultou na prisão do autor, mas também representou a sua fama mundial. “A Travessia” irá relatar, em boa parte, a façanha de Petit (Joseph Gordon-Levitt), que contou com a ajuda de sua namorada (Charlotte Le Bon), um amigo fotógrafo (Clément Sibony) e um experiente artista de circo (Ben Kingsley). Sua trajetória se inicia em Paris, quando se torna um artista de rua após os pais não aceitarem os seus dotes circenses. Ao ver numa revista o anúncio da construção do World Trade Center, Petit fica obcecado pela ideia de atravessar as Duas Torres de uma ponta a outra sem qualquer proteção. O caso já rendeu o premiado documentário “O Equilibrista” (2008), por sua vez baseado no livro To Reach the Clouds, assinado pelo próprio Philippe Petit. No filme de Robert Zemeckis, o tom da narrativa soa um tanto quanto simples e infantil em praticamente toda a primeira metade, muito por conta da redundância da narração do protagonista. Quando eu já estava desistindo de considerar “A Travessia” como um filme que valesse a pena, fui surpreendido por uma melhora circunstancial. A culpa é de toda a tensão trabalhada no derradeiro momento da travessia do título. Para mim, que tenho vertigem, foi praticamente um desafio. E Se a primeira parte de “A Travessia” é simplista – mesmo com a inspirada disposição bilíngue de Joseph Gordon-Levitt -, a segunda realmente salva o longa. O trabalho de recriação das Torres Gêmeas demonstra não só um incrível apuro técnico, mas transparece a real motivação do artista francês em fazer uma travessia tão arriscada: a sua arte, mesmo que muito perigosa, ajudou a trazer uma nova representatividade para uma então construção urbana sem vínculo humano.

Resumo
Data
Título
A Travessia
Avaliação
31star1star1stargraygray

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *