ALBERT NOBBS (2011)

Albert Nobbs | dir. Rodrigo Garcia | EUA | ★★★

Albert Nobbs Poster

Em “Albert Nobbs”, é Glenn Close que surpreende ao nos mostrar uma das atuações mais elogiáveis de toda a sua carreira, após anos tendo que se conformar com o sucesso na televisão com papel premiado em “Damages”. Mas não demoraria muito para ela arquitetar um retorno triunfante aos cinemas. E fez isso da maneira mais calculada possível.

Interpretando um personagem forte e dificílimo, ela é Albert Nobbs, que, aos olhos dos outros, é um honroso garçom que trabalha em um movimentado hotel, mas que na verdade é uma mulher obrigada a se disfarçar de homem para sobreviver na Irlanda do séc. XIX, machista por excelência. Seus planos voam mais alto após conhecer Hubert Page (Janet McTeer), outra mulher se fazendo de homem que vai trabalhar como pintor no mesmo hotel. Vendo que Page consegue disfarçar ainda mais seu sexo por ser casada com uma mulher, Albert cria coragem para cortejar a jovem Helen Dawes (Mia Wasikowska), que traz para ela uma série de problemas em curto prazo.

Mesmo sendo dirigido pelo colombiano Rodrigo García (filho do escritor Gabriel García Márquez), foi Glenn Close que praticamente fez o filme acontecer. Além de protagonizar a obra, ela escreveu o roteiro a partir do conto do irlandês George Moore (1852–1933). É também uma das produtoras e até escreveu a música tema. Isso comprova o interesse de Glenn Close em voltar a ser levada a sério. O filme em si não é nenhuma joia, apesar de ser bastante correto. É bem produzido, singelo, tem Glenn Close e Janet McTeer em suas melhores formas e tem um final que me satisfez, embora eu reconheça que muita gente possa chiar, mas que pelo menos não fez jus a maneira didática como “Albert Nobbs” estava seguindo desde o seu início.

Antes de tudo, devemos reconhecer que este é um filme acadêmico. Ou seja, foi tudo planejado para servir de campanha para Glenn Close. Isso enfraquece bastante a experiência de assisti-la, mas isso não significa, contudo, que ela não deva ser prestigiada. Dadas essas considerações, é Glenn Close quem mereceria as cinco estrelas.

Resumo
Data
Título
Albert Nobbs
Avaliação
31star1star1stargraygray

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *