AS MARAVILHAS (2014)

As Maravilhas | Le Meraviglie | dir. Alice Rohrwacher | Itália | ★★★★

38ª Mostra Internacional de São Paulo

As Maravilhas Poster

Ainda não sei se “As Maravilhas” será de fato o último filme que verei na 38ª Mostra Internacional de São Paulo. Por ter sido vencedor do prêmio de júri no último Festival de Cannes, esse segundo filme da diretora roteirista Alice Rohrwacher (o primeiro foi “Corpo Celeste”, de 2011) estava com ingressos disputados em todas as suas exibições. Com o perdão do trocadilho, eu saí da sala maravilhado com a obra, em especial pelos atores mirins, todos muito bem entrosados em cena num processo de narrativa não tão simples quanto parece. “As Maravilhas” nos apresenta a uma família que vive da apicultura numa fazenda da região rural de Toscana, Itália. O pai (Sam Louwyck) é um alemão que tenta a todo custo manter a produção de mel sob seu controle, mesmo que sua ajuda venha das quatro filhas que teve com uma italiana (Alba Rohrwacher, irmã da diretora). A filha mais velha, Gelsomina (Maria Alexandra Lungu), de 12 anos, está passando pelo ritual de passagem para o amadurecimento, o que significa questionar a sua realidade com a chegada de um concurso televisivo apresentado por uma estrela (Monica Bellucci, único nome mundialmente conhecido) e um rapaz cadastrado num programa de ressocialização. O tom escolhido por Alice Rohrwacher acabou se tornando o ponto alto desse filme sensível, que soube trabalhar o bom humor para que nos integrássemos tão bem aos carismáticos personagens. É certo que gosto muito mais da primeira metade, já que a segunda reverbera um surrealismo que certamente provém das referências artísticas de sua realizadora, tanto é que não dá pra desassociar o nome de Gelsomina à personagem interpretada por Guiletta Masina em “A Estrada da Vida” (1954), um dos clássicos do marido Federico Fellini. “As Maravilhas” pode até ter causado estranhamento (a sátira do espetáculo bizarro me fez lembrar o ótimo “Reality – A Grande Ilusão”, que vi na Mostra de dois anos atrás), mas o saldo foi bastante positivo.

Resumo
Data
Título
As Maravilhas
Avaliação
41star1star1star1stargray

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.