AS VIRGENS SUICIDAS (1999)

As Virgens Suicidas | The Virgin Suicides | dir. Sofia Coppola | EUA | ★★★★

As Virgens Suicidas Poster

O mais curioso é que “As Virgens Suicidas”, na época em foi lançado, teve um caráter de redenção para Sofia Coppola, que por algum tempo foi considerada uma grande piada por conta da atuação irrisória em “O Poderoso Chefão III”, em que foi dirigida pelo próprio pai, Francis Ford Coppola, este sumariamente acusado de nepotismo. Coppola, o pai, está aqui como produtor da querida filha, apostando suas fichas na então aspirante à diretora. Mesmo sem saber que ela até mesmo se firmaria como uma realizadora de grande prestígio, muitas pessoas abraçaram a ideia e “As Virgens Suicidas”.

Não é por menos. Sofia, que também escreveu o roteiro a partir da novela de Jeffrey Eugenides, já soube construir o seu próprio universo particular, que se tornou sua marca registrada envolta num clima intimista e melancólico. Nesse filme, é contada a trágica história da família Lisbon. Formada pelo pai professor de matemática (James Woods), a mãe fanática religiosa (Kathleen Turner) e nada menos que cinco filhas com idade entre 13 e 17 anos, os Lisbon chegam a um pequeno bairro tipicamente norte-americano em meados dos anos 70. As lindas garotas logo chamam a atenção dos rapazes da vizinhança (a história é contada pela ótica de um desses meninos). Até que o suicídio da mais nova das irmãs acaba transformando aquela casa.

A pressão moralista da mãe e a dificuldade em se relacionar melhor com o mundo fazem com que as meninas, em especial a atrevida Lux (Kirsten Dunst), tomem medidas drásticas (o título do filme dá a deixa). Mesmo que eu tente, eu não conseguiria deixar de falar da responsabilidade que Sofia Coppola tem com o seu filme. Basta repararmos, por exemplo, em todas as saídas fáceis que “As Virgens Suicidas” poderia ter tido. A diretora vai determinar caminhos mais ousados, muito embora ela tenha um material literário para se basear. É preciso levar em consideração o fato de que o filme ainda não foi inteiramente descoberto, e tenho a impressão de que, a cada novo trabalho de Sofia Coppola, lentamente esta obra vai sendo tirada do baú.

Resumo
Data
Título
As Virgens Suicidas
Avaliação
41star1star1star1stargray

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *