BIRDMAN OU (A INESPERADA VIRTUDE DA IGNORÂNCIA) (2014)

Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância) | Birdman | dir. Alejandro González Iñárritu | EUA | ★★★★★

Birdman Poster

Dos 8 indicados ao Oscar de melhor filme neste ano, “Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)” era de longe o que mais me mantinha em intensa curiosidade. A minha ansiedade era em ver o mais novo trabalho do diretor mexicano Alejandro González Iñárritu, muito conhecido pela belíssima trilogia composta por “Amores Brutos” (2000), “21 Gramas” (2003) e “Babel” (2006). Aqui, ele vai se utilizar de sua habitual ironia ao falar sobre Riggan (Michael Keaton), um ator que ficou muito famoso durante o começo dos anos 90 ao interpretar o super-herói Birdman nos cinemas. Já esquecido pelo grande público, ele tenta ser levado a sério ao adaptar um texto de Raymond Carver para a Broadway, além de dirigir e estrelar a peça. Ao seu redor, Riggan ainda tem que lidar com o ego exacerbado de um dos atores do elenco (Edward Norton) e a assistente (Emma Stone) que na verdade é sua filha que acaba de sair da reabilitação. O curioso é que Michael Keaton se tornou conhecido por estrelar o homem-morcego em “Batman” (1989) e “Batman – O Retorno” (1992), ambos de Tim Burton, e não era uma estrela principal num longa há pelo menos cinco anos. Será mesmo que a vida imita a arte? Ou o contrário? Ou as duas coisas? “Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)” foi filmado para dar a sensação de um único e grande plano-sequência, mas isso não significa que seja um filme em tempo real. Gosto muito da temática do ator em ascensão midiática versus artista de prestígio, que muitas vezes tem que se mostrar alheio à configuração atual do sucesso, o que inclui se inclinar às redes sociais/virais e o envolvimento em polêmicas. Mas o medo do protagonista em soar patético e irrelevante será a sua grande busca pela realização que ultrapassa o profissional e se torna pessoal. É como se Iñárritu emulasse Charlie Kaufman. O que é um grande elogio.

Resumo
Data
Título
Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)
Avaliação
51star1star1star1star1star

Comentários (via Facebook)

comments

Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *