BOOGIE NIGHTS – PRAZER SEM LIMITES (1997)

Boogie Nights – Prazer Sem Limites | Boogie Nights | dir. Paul Thomas Anderson | EUA | ★★★★★

Boogie Nights Poster

Boogie Nights – Prazer Sem Limites” é aquele exemplo de obra que deve ser revisitada sempre, pois é bem capaz de descobrirmos novas nuances de uma narrativa que conquista por suas peculiaridades. O filme é muito mais do que a recriação do tempo em que a indústria pornô estava numa ascensão artística. Se pegarmos o exemplo de “Garganta Profunda” (1972), sabemos se tratar de uma época em que a liberação sexual estava borbulhando. É nesse recorte histórico em que o diretor de filmes pornográficos Jack Horner (Burt Reynolds) descobre Eddie (Mark Wahlberg) trabalhando em um bar. O rapaz de apenas 17 anos é convidado para conhecer a casa do cineasta, que abriga a sua “família” composta por diversos integrantes de sua equipe. O olhar clínico para escalação de Jack estava certo. Eddie é detentor de um pênis com mais de 30cm, que o leva a estrelar o seu primeiro longa e ser catapultado à fama instantânea. É claro que, como toda saga, existe apogeu e declínio, que é aqui causado pela arrogância extrema e muita cocaína. Além de Eddie, vamos conhecer também uma série de personagens que dão ótimas histórias à parte, como a atriz maternal (Julianne Moore) que sofre pela guarda perdida do filho ou o marido (William H. Macy) que é desprezado pela esposa descaradamente infiel. Com planos-sequências incríveis, atuações de peso da mesma turma que em grande parte também seria vista em “Magnólia” (1999) e uma reconstituição de época simplesmente impecável, “Boogie Nights – Prazer Sem Limites” foi escrito e dirigido por PTA quando ainda estava com 27 anos. Jovem e já promissor, pois são perceptíveis traços tão marcantes quanto a de um Tarantino (violência gráfica e trilha sonora) ou um Scorsese (tensão e declínio do herói). E o filme ainda serve como um estudo social, bastando apreender as causas que levaram a indústria pornô para o status de vulgaridade esvaziada (o surgimento do VHS e, mais adiante, a internet). Eis um filme que merece estar na cabeceira de muita gente.

Resumo
Data
Título
Boogie Nights - Prazer Sem Limites
Avaliação
51star1star1star1star1star

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.