BOYHOOD – DA INFÂNCIA À JUVENTUDE (2014)

Boyhood – Da Infância à Juventude | Boyhood | dir. Richard Linklater | EUA | ★★★★★

Boyhood Poster

Já posso dizer que “Boyhood – Da Infância à Juventude” é um projeto altamente audacioso. Filmado em 12 anos com o mesmo elenco, acompanhamos o crescimento de Mason (Ellar Coltrane) desde os seus sete anos até a entrada na faculdade, quando a bolha de expectativas se rompe para uma nova realidade. Nessa trajetória fascinante, não só ele ganha uma projeção tão lindamente desenvolvida, mas também sua irmã Samantha (Lorelei Linklater, filha do diretor Richard Linklater) e seus pais separados (Patricia Arquette e Ethan Hawke). Tudo isso num período compreendido entre os anos de 2002 e 2013, que fica muito bem pontuado não só em relação às mudanças fisionômicas dos personagens, mas também em elementos de cenas (da televisão de tubo para os modelos de plasma), ideologias políticas (passa pela campanha de Barack Obama) e cultura pop (de Britney Spears à Gotye, além da excelente rima narrativa entre as músicas “Yellow” do Coldplay e “Deep Blue” do Arcade Fire). O mentor do projeto é o próprio Richard Linklater, que já atribuiu valor cinematográfico ao trilhar a história de um casal em filmes que marcam o espaçamento do tempo dessa relação, cujo resultado nós acompanhamos em “Antes do Amanhecer” (1995), “Antes do Pôr-do-Sol” (2004) e “Antes da Meia-Noite” (2013). Mas, no caso de “Boyhood”, as quase três horas de filme – que passam voando, diga-se de passagem – é uma síntese do devaneio do tempo, sendo, acima de qualquer coisa, uma obra existencialista. Que o tempo é praticamente o principal conceito trabalhado nesse filme, talvez não podemos duvidar, mas em qual instância? Eu diria que o tempo aqui está como uma soma de nossas experiências, afinal, nós sempre seremos resultados de diversas noções que passaram por nós, o que inclui também pessoas e lugares. Tendo conquistado o Festival de Berlim e  uma posição expressiva entre os usuários do IMDB, “Boyhood – Da Infância à Juventude” entra para a minha seleção de grandes filmes do ano, cuja experiência de trajetória se torna uma delícia de ser explorada.

Resumo
Data
Título
Boyhood - Da Infância à Juventude
Avaliação
51star1star1star1star1star

Comentários (via Facebook)

comments

Um comentário

  1. Pingback: Ranking: Outubro de 2014

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *