BRAVURA INDÔMITA (2010)

Bravura Indômita | True Grit | dir. Ethan Coen, Joel Coen | EUA | ★★★★

Bravura Indômita Poster

Antes de assistir a “Bravura Indômita“, eu tinha uma aversão adiantada por essa refilmagem do clássico homônimo de 1969, com John Wayne. Mas o revival foi me conquistando pelo clima sombrio e (pelo menos pra mim) perturbador dos irmãos Coen. Diferentemente da obra original, a versão 2010 prevalece um clima mais escuro, frio e inóspito em meio a pouquíssimos alívios cômicos, que talvez nem funcione para todos. A jovem Mattie (Hailee Steinfeld) quer ir ao encontro de Tom Chaney (Josh Brolin), homem que assassinou o seu pai. Para isso, ela contrata o caçador de recompensas Rooster Cogburn (Jeff Bridges), um caolho beberrão que, apesar de demonstrar desprezo pela ideia da garota, vê na captura de Chaney a chance de ganhar uma grana a mais. Por isso, ele pega a estrada junto com um legítimo Texas Ranger (Matt Damon). Mattie insiste em ir junto com eles, porque, afinal, ela quer ter certeza de que o acordo será cumprido. As características de faroeste estão todas aqui. Óbvio, pois se trata de um exemplar do gênero, mesmo que os diretores sejam os excêntricos irmãos Ethan e Joel Coen. “Bravura Indômita” melhora exponencialmente a partir do seu terceiro ato. Mesmo que saibamos que a garota irá sobreviver (afinal o filme começa com uma narração em off com ela já crescida), muita coisa pode acontecer. Não se trata de um filme ruim, mas se mantém em cima do bom romance escrito por Charles Portis (inclusive é bem mais fiel ao livro do que o filme de 69). Gosto do tom sombrio, o que ajudou muito para a preparação dos bons momentos finais, que praticamente me fizeram esquecer a vagarosidade inicial. O western é um gênero de alto risco por não figurar entre os filmes “pop”, mas os irmãos Coen conseguem transparecer suas marcas registradas através do clima e das cores.

Resumo
Data
Título
Bravura Indômita
Avaliação
41star1star1star1stargray

Comentários (via Facebook)

comments

3 Comentários

  1. Desde que vi o trailer no cinema fiquei com vontade de assistir, mas to procrastinando.
    Depois de Onde os fracos não tem vez, virei fã dos Coen.

  2. Então Júnior, estou num impasse com este longa. Não sou grande fã dos Coen e nem do gênero em questão. Ainda mais tendo Matt Damon no elenco, ator que nunca “gostei” muito. Mas, acho a sinopse em si, tão bacana que irei conferir apenas por este adendo, hehehe

    Mas ainda sim, vou esperar o lançamento em DVD!
    Abs 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.