BYE BYE BRASIL (1979)

Bye Bye Brasil | dir. Carlos Diegues | Brasil | ★★★★★

Bye Bye Brasil Poster

Depois que assisti ao filme “Xica da Silva” (1976), eu fiquei ainda mais atraído pelo cinema brasileiro que ia além das pornochanchadas características de um determinado período histórico. Com isso, fiz questão de apreciar mais um icônico trabalho de Carlos Diegues chamado “Bye Bye Brasil”, coincidentemente sua obra mais celebrada. Apesar de todo o ar lúdico, elementos sexuais encharcando a narrativa e muitas mímeses folclóricas, é possível ver ali uma importante reflexão de uma mudança social interessantíssima ocorrida no nosso país. A começar pelo título, estamos aqui não só numa fase de transição, mas também de abandono de fortes identidades para dar lugar a uma “americanização” conceitual. É contra isso que a trupe Holidei tenta se esquivar quando excursiona pelos principais municípios do Norte e Nordeste do país para se apresentar ao respeitável público. As grandes estrelas são os circenses Lorde Cigano (José Wilker) e Salomé (Betty Faria). A dificuldade que passam em conquistar público está diretamente relacionada com a chegada da televisão e as antenas, chamadas por eles de “espinho de peixe”. Ou seja, enquanto a sociedade se reinventa, fica a cargo do artista se adaptar à realidade sistemática desse viés homem-máquina. Creio que deve ter sido uma dura batalha, por exemplo, quando o cinema mudo enfrentou a emancipação do cinema falado. Além disso, ainda existe toda uma crítica ao enriquecimento ilícito nas regiões amazônicas. “Bye Bye Brasil”, que é por muitos considerado um dos filmes mais importantes de nossa filmografia nacional – chegou até mesmo a concorrer à Palma de Ouro em Cannes – também explora a incrível capacidade de Cacá Diegues em analisar a pobreza social de maneira sublime. Destaque também para o ótimo elenco, capitaneado pelas presenças ilustres de Betty Faria e o já saudoso José Wilker (o que ele deixava a desejar como comentarista de Oscar, lhe sobrava em carisma nos filmes dos quais atuou na juventude).

Resumo
Data
Título
Bye Bye Brasil
Avaliação
51star1star1star1star1star

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.