CERTAS MULHERES (2016)

Certas Mulheres |​ ​Certain Women​ ​|​ ​dir.​ Kelly Reichardt ​|​ ​EUA​ ​|​ ​★★

Certas Mulheres Poster

Depois que eu assisti ao “Certas Mulheres”, eu fiquei muito curioso para ler reviews que falassem sobre o filme, porque eu mesmo talvez não tivesse sacado qual seria a intenção da obra, que chegou a ser exibida no Festival do Rio este ano, passou por Cannes e atualmente conta com duas indicações ao Independent Spirit Awards, incluindo a categoria de melhor diretora. Por falar nela, a mesma Kelly Reichardt já fez “Wendy and Lucy” (2008) e “Movimentos Noturnos” (2013), e aqui transpõe para o cinema três contos distintos de Maile Meloy. E quais são essas três histórias? A primeira é protagonizada por Laura (Laura Dern), uma advogada que tem um cliente tentando processar a antiga empresa em que trabalhava. A segunda traz Gina (Michelle Williams), uma mulher que está com a casa em construção, o que obriga a viver por um tempo numa cabana junto ao marido e a filha adolescente. A terceira, última e melhor parte mostra a aproximação de uma criadora de cavalos num rancho (Lily Gladstone) e uma jovem advogada (Kristen Stewart) que dá aulas de direito educacional na região. Todas essas partes de uma falsa antologia se passam durante um inverno em Winston, pequena cidade de Montana. Tanta coisa poderia acontecer, mas em “Certas Mulheres” quase nada acontece. Tem longas cenas, muitos diálogos não ditos, conclusões em aberto, enfim, é insistentemente moroso. A ideia é basicamente adotar o tom de “vida como ela é”. E até nisso a terceira parte de “Certas Mulheres” soa melhor, já que a cuidadora de cavalos, ao ser mostrada em repetidas cenas cotidianas, acaba ganhando maiores nuances, pois suas decisões remetem diretamente à sua solidão. Por outro lado, não dá para desconsiderar a obra como um todo, que parece não tirar o pé do freio. Uma pena.

Resumo
Data
Título
Certas Mulheres
Avaliação
21star1stargraygraygray

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.