CÓDIGO DESCONHECIDO (2000)

Código Desconhecido | Code Inconnu: Récit Incomplet de Divers Voyages | dir. Michael Haneke | França | ★★★★

Código Desconhecido Poster

Minha relação com os filmes do diretor austríaco Michael Haneke ainda é distante. Não gostei quase nada de “”A Professora de Piano” (2001) e acho “Amor” (2012) simplesmente sensacional. Ou seja, ainda me falta mais referências. Foi pensando nisso que assisti ao drama “Código Desconhecido”, um de seus trabalhos que concorreu à Palma de Ouro em Cannes e que retrata a geopolítica em um dado contexto. Tudo começa quando o adolescente Jean (Alexandre Hamidi) joga um papel amassado em uma pedinte romena numa rua de Paris. Jean acaba de chegar à capital para fugir da fazenda de seu pai e pede abrigo à cunhada, a atriz Anne Laurent (Juliette Binoche). A atitude de Jean chama a atenção do franco-africano Amadou (Ona Lu Yenke), que defende a pedinte, mas é preso por policiais por conta de seu tom de pele. A mulher insultada (interpretada por Luminita Gheorghiu, do excelente “Instinto Materno”) é deportada e encontra dificuldades em sua terra natal. Toda essa confusão é feita num belíssimo plano-sequência que dura mais de cinco minutos que irá influir todas os fragmentos seguintes do filme. Por um pouquinho a mais eu não caio de amores por “Código Desconhecido”, que nasceu a partir do desejo de Juliette Binoche em fazer parceria com Haneke (a atriz topou até a trabalhar grávida). O único ponto que me incomodou foram as freadas bruscas. Quando a história estava ficando envolvente de vez, ela sofre uma brecada para dissolver outros núcleos, muitas vezes me deixando a ver navios em relação a alguns personagens. Não duvido, entretanto, que tudo isso tenha sido intencional. O mote era esse. Ainda assim, “Código Desconhecido” se mostrou interessante ao falar sobre a comunicação humana em tempos de tolerância ilusória. Um trabalho que muito possivelmente influenciou caras como Alejandro G. Iñárritu e Paul Thomas Anderson.

Resumo
Data
Título
Código Desconhecido
Avaliação
41star1star1star1stargray

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.