CORPO ELÉTRICO (2017)

Corpo Elétrico ​|​ ​Corpo Elétrico​ ​|​ ​dir.​ ​Marcelo Caetano ​|​ ​Brasil​ ​|​ ​★★★★

Corpo Elétrico Poster

Corpo Elétrico | Resenha Crítica

12º Festival de Cinema Latino-Americano de São Paulo

Eu cheguei a comparecer à abertura da edição 2017 do festival de cinema latino-americano, que ocorreu ao ar livre, gratuitamente, numa área do Memorial da América Latina, em São Paulo. O filme anunciado foi esse Corpo Elétrico, uma das promessas nacionais que deve estrear ainda nesse trimestre nos cinemas, e que já surpreendeu o público em festivais internacionais como os de Guadalajara e Rotterdam. Não vou nem entrar em detalhes sobre a interminável – e polêmica – vaia que o secretário de cultura da cidade, André Sturm, recebeu. Afinal, mesmo com atraso, não conseguiram ofuscar Corpo Elétrico. O filme dirigido por Marcelo Caetano, que também co-roteirizou com Hilton Lacerda (“Amarelo Manga”, “Tatuagem“) e Gabriel Domingues, não tem uma história muito complexa. Basicamente, acompanhamos Elias (Kelner Macêdo), um paraibano de 23 anos que trabalha numa confecção de roupas na região do Brás. Sua rotina se despende entre o trabalho árduo – que tira tanto o seu tempo, que seus momentos de lazer muito envolvem seus próprios colegas de trabalho – e os encontros sexuais, cujo maior tempo de tela fica com o também colega Wellington (Lucas Andrade). Apesar dessa história “simplista”, existe muito o que refletir a partir daí. E isso envolve não só o contexto sexual contido em Corpo Elétrico, mas também a forma como enxergamos a alienação do trabalho. E também há a busca, que sendo de Elias, também pode ser a nossa, dentro de uma reflexão cujo sistema muitas vezes nos aprisiona. Caetano disse numa entrevista que “(…) o mais importante para mim era mostrar os deslocamentos na cidade, esses corpos que dançam e transitam pelas ruas, as caminhadas na rua, os ônibus.”. E posso dizer que Corpo Elétrico cumpre muito bem esse papel que é transitar o microuniverso que reside Elias, que está entre muitas presenças fortes como a drag Márcia Pantera (interpretando ela mesma) e a rapper Mc Linn da Quebrada. Recomendadíssimo!

Resumo
Data
Título
Corpo Elétrico
Avaliação
41star1star1star1stargray

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *