DANÇANDO NO ESCURO (2000)

Dançando no Escuro | Dancer in the Dark | dir. Lars von Trier | Dinamarca | ★★★★★

Dançando no Escuro Poster

Eu tenho o VHS “Dançando no Escuro” mofando na estante da minha mãe até hoje, mas não vendo, não troco, não dou por nada. Acho que é porque foi uma das primeiras produções do dito “cinema arte” que eu devo ter visto e gostado, talvez por ter captado a mensagem humanista da obra ainda na primeira vez que o vi (devia ter uns 14 anos). Na época, muito do meu interesse vinha do fato de ser estrelado pela cantora islandesa Björk, que é tão estranha quanto criativa. Dirigido pelo complicado Lars von Trier, essa é a conclusão de trilogia intitulada Golden Heart, que são seus filmes protagonizados por mulheres extremamente ingênuas – os antecessores são “Ondas do Destino” (1996) e “Os Idiotas” (1998). “Dançando no Escuro” estreou envolto em polêmicas em Cannes, onde a seção teve metade da plateia aplaudindo e a outra vaiando. O filme conta o drama de Selma (Björk), uma imigrante tcheca que vive na América trabalhando em um fábrica. Mãe solteira, ela economiza o máximo possível para garantir a operação dos olhos de seu filho, que pode perder a visão a qualquer momento por conta de uma doença congênita que está deixando-a cega. Para disfarçar o seu problema com a visão, a sofredora conta com a ajuda da amiga Cvalda (Catherine Deneuve), a única que de fato sabe sobre a doença. Selma ainda mora num trailer no fundo da casa de Bill (David Morse), policial que está endividado e não sabe como contar para a esposa materialista. Björk, mesmo colecionando prêmios e elogios, já deixou claro que não pensa em estrelar filmes novamente. A relação com Von Trier era péssima. Ambos se odiavam e certamente não se cumprimentam até hoje. Mas disso surgiu um belo filme. Pessimista (pode acabar com o seu final de semana), mas poético. As lindas canções (incluindo I’ve Seen It All, indicada ao Oscar no ano em que Björk foi à cerimônia vestida de ganso e até botou um ovo no tapete vermelho) estão presentes no álbum Selmasongs.

Resumo
Data
Título
Dançando no Escuro
Avaliação
51star1star1star1star1star

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.