DEPOIS DE LÚCIA (2012)

Depois de Lúcia | Después de Lucía | dir. Michel Franco | México | ★★

Depois de Lúcia Poster

Depois de Lúcia” não conseguiu me convencer diante de tanto maniqueísmo. Após um fatídico acidente de carro que mata sua mãe, Alejandra (Tessa Ia) e seu pai, Roberto (Hernán Mendoza), partem de Puerto Vallarta para a Cidade do México a fim de reconstruírem suas vidas. Alejandra logo não vê dificuldades em se relacionar com os novos colegas de escola. Num fim de semana de bebedeira, ela acaba transando com um de seus amigos, que filma tudo com o seu celular. Não demora muito e o cara divulga o vídeo na internet, o que, obviamente, deixa a garota muito mais exposta. Ela passa a ser a grande chacota da escola, passando por situações de humilhação cada vez mais impactantes. Sim, é preocupante saber que o conservadorismo está impregnado na sociedade desde sempre. A infância e a adolescência não estão imunes a isso. O que culmina na sua degradação social é a exposição, a prova visível de que ela já é dona do próprio corpo, algo mal visto pelos meninos e, não menos preocupante, das meninas, que veem que uma igual já é capaz de fazer o que elas mesmas poderiam (e querem) fazer. O roteiro, também assinado pelo diretor Michel Franco, transforma isso como condução desse grande conflito. O estoicismo de Alejandra diante de tantas situações penosas só é “justificável” se levarmos em consideração uma possível vitimização diante da morte de sua mãe, cujo nome não é mencionado, mas naturalmente deduzimos que seja a Lúcia do título. O que move os personagens maus que ultrapassa os preconceitos de cada um? Cadê a superação dos conflitos, que tanto esperamos dos personagens centrais da história? Não, isso não teve. Do jeito que está, “Depois de Lúcia” vai gerar a revolta necessária, é verdade. Porém, será muito mais pelo teor da crueldade de um grupo de adolescentes do que pelo x da questão.

Resumo
Data
Título
Depois de Lúcia
Avaliação
21star1stargraygraygray

Comentários (via Facebook)

comments

3 Comentários

  1. Achei seu comentário formidável! Sou pedagoga e pesquiso sobre bullying e fui com muita sede ao pote para assistir este filme. Fiquei extremamente decepcionada, há muitos furos no roteiros, coisas que não ficaram explicadas, enfim uma violência daquele porte acontecendo debaixo dos olhos dos professores e ninguém vê! E à princípio pensamos que é uma escola super rígida, afinal, os alunos são submetidos a exames anti-dopping toda semana.
    Parabéns pelo blog e pela crítica!

  2. Li bastante comentários fervorosos em torno deste filme, mas ainda não vi, mas também não tenho tanta curiosidade em torno do mesmo. Ainda mais agora, rs

    Abs =]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *