DESPEDIDA EM LAS VEGAS (1995)

Despedida em Las Vegas | Leaving Las Vegas | dir. Mike Figgis | EUA | ★★★★

Despedida em Las Vegas Poster

Creio que praticamente todos os cinéfilos são unânimes ao afirmar que Nicolas Cage é um dos atores mais canastrões do cinema contemporâneo. Apesar de já ter tido papéis de peso ao longo da sua carreira – posso destacar exemplos como “Arizona Nunca Mais” (1986), “Feitiço da Lua” (1987) e “Adaptação” (2002) -, foi com “Despedida em Las Vegas” que ele conseguiu o feito de ganhar não só o Oscar, mas quase todos os prêmios de melhor ator daquele ano. Revi o filme depois de muitos anos e pude comprovar que, apesar da dificuldade em encarnar um personagem como esse, eu não consigo desvencilhar o ponto over de Nicolas Cage. Mas o que importa mesmo é que a tal obra tem qualidades inestimáveis. Dirigido com muita sofisticação por Mike Figgis (que também foi responsável pela música), “Despedida em Las Vegas” é baseado no livro de John O’Brien, que se suicidou apenas duas semanas depois que a adaptação entrou em fase de produção. É narrado o drama de Ben Sanderson (Nicolas Cage), um cara que já conhecemos afundado no alcoolismo, que certamente lhe custou um casamento. Após ser demitido, ele resolve se mudar para Las Vegas para “beber até morrer” e lá conhece Sera (Elisabeth Shue), uma prostituta local que mantém uma relação submissa com seu cafetão. A partir daí, o filme passa a acompanhar a relação dessas pessoas que são, acima de tudo… tristes. Sim, “Despedida em Las Vegas” definitivamente não é um filme positivo, alegre ou esperançoso. Isso, é claro, não é um defeito. Os comportamentos erráticos de ambos os personagens servem pra comprovar que eles se sabotam em prol de uma amargura trazida pela solidão. E isso é não só tocante, como é também pesado. De fato, é melhor esquecer o que Nicolas Cage se tornou e levar em consideração somente o fato de que “Despedida em Las Vegas” é um filme classudo e muito bem realizado.

Resumo
Data
Título
Despedida em Las Vegas
Avaliação
41star1star1star1stargray

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.