DIVERTIDA MENTE (2015)

Divertida Mente | Inside Out | dir. Pete Docter, Ronnie Del Carmen | EUA | ★★★★★

Divertida Mente Poster

O que mais me chama atenção nos filmes da Pixar é a capacidade que eles têm em dialogar com os adultos através de um canal que remete diretamente ao universo infantil. Sim, são animações multicoloridas e seus personagens são arquétipos tradicionais voltados para a criançada, porém o seu conteúdo mais perspicaz será melhor traduzido por aqueles que já passaram da puberdade. O tratado sobre a solidão em “Wall-E” (2008) e a reconstrução da ligação familiar em “Procurando Nemo” (2003) são só dois dos exemplos que posso dar. Em “Divertida Mente“, esse trunfo está ainda mais evidente. Pela primeira vez em muito tempo eu não via uma animação tão singular quanto essa. A história se inicia com o nascimento de Riley, uma menina que cresce feliz até os seus onze anos, quando se muda com seus pais para uma casa mais humilde numa cidade em que não tem amigos e se vê sem ânimo para praticar hóquei, seu esporte preferido. Enquanto isso, na sua mente, cinco dos sentimentos principais estão tendo dificuldades em contornar essa ruptura emocional. São eles a Alegria, a Tristeza, o Medo, o Raiva e a Nojinho, cada um responsável por uma matriz essencial para a construção da personalidade da garotinha. Por um acidente, Alegria e Tristeza acabam caindo da central que comanda as reações de Riley, tendo que, juntas, desbravar o subconsciente, produção de sonhos e os pensamentos da garota que agora se encontra com sérios sinais de depressão. Não é só de conceitos que o filme sobrevive. “Divertida Mente” tem um desenho de produção exuberante, o que é praxe no selo Pixar. Isso sem contar a direção do já experiente Pete Docter (“Monstros S.A.”, “Up – Altas Aventuras”), que consegue transitar entre todas as narrativas secundárias (a trajetória de Alegria e Tristeza, o comando de Riley com o restante dos sentimentos e a própria vida de Riley) sem fazer com que o ritmo do filme seja comprometido. “Divertida Mente” já está entre os melhores exemplos de animações que retratam lindamente a dura transição para o mundo adulto.

Resumo
Data
Título
Divertida Mente
Avaliação
51star1star1star1star1star

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *