DOIS DIAS, UMA NOITE (2014)

Dois Dias, Uma Noite | Deux Jours, Une Nuit | dir. Jean-Pierre Dardenne, Luc Dardenne | Bélgica | ★★★★★

38ª Mostra Internacional de São Paulo

Dois Dias, Uma Noite Poster

Eu ia dizer que, se você não está com tempo hábil para ver muita coisa na Mostra, vale dar prioridade para esse novo trabalho dos irmãos Jean-Pierre e Luc Dardenne (“O Garoto da Bicicleta”). A boa notícia é que “Dois Dias, Uma Noite” entra em cartaz no último final de semana de outubro. Com sua habitual maneira intimista de colocar seu protagonista em tarefas que envolvam um olhar íntimo sobre a realidade em que vive, a dupla belga vem se mostrando cada vez mais pungente. Aqui, eles trabalham em caráter inédito com uma estrela mundial. Marion Cotillard está de cara lavada, sem glamour mesmo, mas com uma intensidade que ela – para nossa sorte – não teima em deixar de lado. Marion interpreta Sandra, uma mãe de família que se recupera de uma depressão que a deixou um tempo afastada do trabalho. Prestes a voltar ao seu posto, ela descobre que fora demitida após uma votação entre seus colegas. Por 14 votos a 2, eles optaram pela demissão de Sandra em prol de um bônus de 1000 euros. Ela consegue uma nova votação, mas tem apenas um final de semana para ir ao encontro de cada um dos colegas e convencê-los de que ela precisa do emprego. O desafio é mais difícil porque Sandra ainda não está totalmente recuperada, tendo que lidar com a humilhação e sentimento de rejeição em diversos momentos. Alguns vão acusar “Dois Dias, Uma Noite” de pesar a mão no coitadismo, mas considero um filme muito bem justificado do ponto de vista humanitário. Praticamente todos os personagens visitados apresentam seus motivos para tais decisões. Se é certo ou não, cada um de nós vai avaliar. O fato é que os Dardenne, com um argumento tão simples, conseguiu resultar numa obra poderosa. Não tinha como dar errado.

Resumo
Data
Título
Dois Dias, Uma Noite
Avaliação
51star1star1star1star1star

Comentários (via Facebook)

comments

2 Comentários

  1. Pingback: Ranking: Fevereiro de 2015

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.