DRAGÃO VERMELHO (2002)

Dragão VermelhoRed Dragon | dir. Brett Ratner | EUA | ★★★

Dragão Vermelho Poster

Acabei lembrando que eu tenho que terminar logo a minha maratona de filmes com Hannibal Lecter. Vi “Dragão Vermelho”, que, apesar de ser o último estrelado por Anthony Hopkins (ele mesmo disse em entrevistas que não voltaria a encarnar Lecter), não é o último dos filmes que estou acompanhando. Além do insípido “Hannibal – A Origem do Mal” (2007), após uma rápida pesquisa eu descobri que “Dragão Vermelho” na verdade é um remake de “Caçador de Assassinos” (1986), filme dirigido por Michael Mann que traz a mesma história, detalhando os acontecimentos anteriores ao “O Silêncio dos Inocentes” (1991). Dragão Vermelho”, portanto, é uma introdução bastante válida, pois irá mostrar, logo de início, como o Dr. Hannibal Lecter foi preso e recebeu a alcunha de “canibal” pela imprensa. Quem o deteve foi o policial Will Graham (Edward Norton), que quase morreu na ação e se aposentou. Alguns anos depois, é chamado por um supervisor (Harvey Keitel) para ajudar no caso de um serial killer conhecido como Fada dos Dentes (Ralph Fiennes), que dizimou duas famílias inteiras e atualmente está se envolvendo com a colega de trabalho Reba (Emily Watson), que é deficiente visual. Graham busca a ajuda de Hannibal, que já se encontra preso naquela mesma instituição psiquiátrica que vimos em “O Silêncio…”. Não se trata de mais um caso tão intrigante quanto era o de Clarice Starling, muito menos traz a violência gráfica bastante estilizada em “Hannibal” (2001). “Dragão Vermelho” manteve a franquia num patamar irregular, mas sem deixar de causar tensão, principalmente por conta do carisma de Hannibal, um personagem que parece estar sempre adiante de todos os outros, mexendo as peças do jogo a seu bel prazer. O final do filme encosta no apoteótico, mas insistem em cair no conto do herói que prospera, o que é uma pena, visto que seria muito mais interessante se o filme terminasse no momento em que ameaçou fazer isso. Surpreendentemente bem dirigido por Brett Ratner (“A Hora do Rush”, “Um Homem de Família”), “Dragão Vermelho” tem bom elenco, mas pouca força.

Filmes Relacionados:

Caçador de Assassinos (1986)
O Silêncio dos Inocentes (1991)
Hannibal (2001)
Hannibal – A Origem do Mal (2007)

Resumo
Data
Título
Dragão Vermelho
Avaliação
31star1star1stargraygray

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.