EM UM MUNDO MELHOR (2010)

Em Um Mundo Melhor | Hævnen | dir. Susanne Bier | Dinamarca | ★★

Em Um Mundo Melhor Poster

Em Um Mundo Melhor” trata de duas histórias paralelas que se cruzam diante de algumas situações trágicas. E duas figuras se tornam os elementos que impulsiona o grande contraponto que Susanne Bier vai trabalhar na sua tese. O médico sem fronteiras Anton (Mikael Persbrandt) tem que lidar com seu casamento recém terminado por conta de sua infidelidade. Em outro plano, mais precisamente em Londres, conhecemos Christian (Jøhnk Nielsen), um garoto que perde sua mãe vitimada com um câncer e vai com seu pai morar com a avó na Dinamarca. Lá, também se encontram a ex-mulher e os filhos do médico Anton. O mais velho, Elias (Markus Rygaard), é uma criança frágil que sofre bullying na escola. Christian acaba se aproximando dele, mas seu luto mal resolvido acaba gerando uma rebeldia inesperada. Anton e Christian são os dois lados de um mesmo questionamento. O médico é pacífico, a ponto de ser chamado de covarde pelo próprio filho. Mas essa passividade toda é incompreendida pelo garoto, que ainda não sabe como lidar com a morte de sua mãe. Sua resposta se dará através de atitudes inconsequentes, perigosas e irresponsáveis. Todo esse estudo de personas, apesar de ser claro em todo momento do filme, apresenta algumas questões que se tornam quase ignoradas pelo roteiro. Ao mostrar o embate entre Anton e o chefe de uma milícia violenta que dizima mulheres grávidas nessa região miserável da África, Susanne Bier nos dá as melhores cenas de “Em Um Mundo Melhor“, abrindo mais espaço para a evolução dramática de seu personagem, que acaba voltando para a Dinamarca e parece ganhar uma visão mais crua de determinadas situações da vida. O fato é que suas apreensões filosóficas sobre a morte, a importância da família e como deverá lidar com a violência evidenciam clichês que Suzanne insiste em utilizar.

Resumo
Data
Título
Em Um Mundo Melhor
Avaliação
21star1stargraygraygray

Comentários (via Facebook)

comments

Um comentário

Deixe uma resposta para Alan Raspante Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.