ERA O HOTEL CAMBRIDGE (2016)

Era O Hotel Cambridge | Era O Hotel Cambridge | dir. Eliane Caffé | Brasil | ★★★★★

40ª Mostra Internacional de São Paulo

Era O Hotel Cambridge Poster

Não há nada mais gratificante do que encerrar a noite com um filme que te insere, consome, que te leva embora e te devolve para fazer você repensar e talvez ser uma pessoa melhor, ainda que revoltada. Foi essa a sensação que tive ao assistir ao incrível “Era O Hotel Cambridge”, um trabalho de requinte de Eliane Caffé (“Narradores de Javé”, “O Sol do Meio Dia”), que esteve presente na sessão juntamente com uma enorme equipe que inclui elenco, técnicos, a liderança do FLM (Frente de Luta por Moradia) e estudantes de arquitetura da Escola da Cidade, responsáveis pelo apuro da locação em prol da direção de arte da obra. Era, enfim, uma sessão de resistência. “Era O Hotel Cambridge”, apesar de ser uma obra de ficção, está bastante próxima do documentário, já que a trama gira em torno dos moradores da ocupação, sendo muitos deles verdadeiros residentes dali (as poucas exceções ficam, por exemplo, com os ótimos atores José Dumont e Suely Franco). São dezenas de famílias dentro de um microcosmo que recebe nordestinos, africanos, árabes, latinos, enfim, muita gente que, querendo ou não, refletem a situação geopolítica que estamos vivendo hoje. E o que o filme faz? Humaniza essas pessoas, que ganham rosto, voz e atitude para nos mostrar quem é diretamente afetado com as chamadas reintegrações de posse tão marcadas pela truculência policial. Está aí um filme que merece o reconhecimento que deve estar por vir e num momento muito oportuno, já que o prefeito que acaba de ser eleito em primeiro turno em São Paulo – o psdbista João Dória – já informava em sua campanha que “invasores (sic) não terão diálogo no seu governo”, uma frase que corrompe uma série de valores sociais. Só espero que um dia, quem sabe, “Era O Hotel Cambridge” chegue até a ele.

Resumo
Data
Título
Era O Hotel Cambridge
Avaliação
51star1star1star1star1star

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.