ESSAS GAROTAS (1988)

Essas Garotas ​|​ ​Some Girls​ ​|​ ​dir.​ ​Michael Hoffman ​|​ ​EUA​ ​|​ ​★★

Essas Garotas PosterAssisti a este filme muito mais pela curiosidade em ver um filme antigo, que curiosamente traz Patrick Dempsey e Jennifer Connelly novinhos, fazendo um par romântico que pelo que parece pouca gente lembra. “Essas Garotas” é dirigido por Michael Hoffman (“Um Dia Especial”, “A Última Estação”) com roteiro de Rupert Walters (“O Outro Lado da Nobreza”, “True Blue”). O principal produto é Robert Redford, que resolveu trilhar a profissão numa época muito específica, já que ele se tornou também muito conhecido por investir no cinema dito “artístico”. A trama se inicia com a chegada do estudante norte-americano Michael (Dempsey) em Quebec, no Canadá, para visitar a namoradinha de verão Gabriella (Connelly). Apesar do cerimonialismo (se passa do Natal), a família da garota não é nada comum. A matriarca não o recebe bem, talvez muito preocupada com o avançado estágio de Alzheimer que se encontra a sua mãe. O pai recorrentemente está pelado, porque só assim que consegue trabalhar num livro. Para completar, as duas irmãs de Gabriella demonstram interesse por Michael, por sua vez sem saber lidar com a personalidade oscilante da garota. O mais bizarro de “Essas Garotas” é a tentativa imprecisa de trabalhar diversos gêneros em um filme só. É um drama, mas que provoca interação com o protagonista através de uma comédia de situações (embora muitas delas não funcionem). Pode ser considerado um romance, mas que não há reciprocidade de sentimentos entre os envolvidos. Também parte para uma vertente cósmica ao acrescentar um fantasma na terceira parte do longa. Ou seja, a máxima sempre será verdadeira quando disserem que um filme, quando tenta trabalhar diversos gêneros, não significará que se saia bem em qualquer uma delas. E isso se aplica aqui perfeitamente. Não saberia dizer nem se dá pra considerar como motivo para ver o casal de atores em tenra juventude.

Resumo
Data
Título
Essas Garotas
Avaliação
21star1stargraygraygray

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.