EU VI O DIABO (2010)

Eu Vi o Diabo | Ang-ma-reul bo-at-da | dir. Jee-woon Kim | Coreia do Sul | ★★★★

Eu Vi o Diabo PosterEu quase desisti da minha pequena maratona de terror asiático, primeiro por esquecimento, depois porque não gostei de “The Eye – A Herança” (2002) e quase não vi os outros três. Passei incólume por “Medo” (2002), mas confesso que iria perder o bom filme que é esse “Eu Vi o Diabo”, um trabalho de requinte do coreano Jee-woon Kim. O tema é a vingança, algo há muito tempo romantizado no cinema (Quentin Tarantino está aí provando isso). “Vingança é coisa de filme” diz certa personagem para Kim (Byung-hun Lee), homem que perdeu a noiva grávida para o sádico serial killer Kyung-chul (Min-sik Choi, de ‘Oldboy”), que dá preferência para mulheres indefesas encontradas pela estrada durante a noite. Kim busca dar o troco, mas não sem antes fazer o jogo da tortura com o assassino, evidenciando a transformação de um ser humano que se entregou à essência primitiva de nós mesmos. É um filme dilacerante, não só pelas cenas de violência, que são bastante gráficas e em grande parte difíceis de assistir. Trata-se de um jogo convidativo para brincar com a nossa mais obscura vontade de ver alguém pagando por seus crimes – algo perverso, se for pensar bem. É claro que “Eu Vi o Diabo” não está lá muito interessado no compromisso com a verossimilhança. Parece que nesse universo traumatismo craniano não existe, muito menos tempo e espaço quando se lida com um dispositivo de geolocalização preso ao intestino. Por outro lado, a questão nem é essa. O filme é sobre retaliação pra gente grande. Gostei muito mesmo! Pelo que andei lendo, “Eu Vi o Diabo” vai ganhar refilmagem gringa, algo que foi anunciado com previsão de lançamento para 2018. É esperar pra ver.

Resumo
Data
Título
Eu Vi o Diabo
Avaliação
41star1star1star1stargray

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.