FALE COM ELA (2002)

Fale Com Ela | Hable con Ella | dir. Pedro Almodóvar | Espanha | ★★★★★

Fale com Ela Poster

Fale Com Ela” tem uma trama tortuosa, sendo uma das mais belas que Pedro Almodóvar já contou. Trata-se de duas histórias que – como sempre – vão acabar se relacionando. De um lado, o enfermeiro Benigno (Javier Cámara) cuida de Alicia (Leonor Watling), uma paciente em coma há quatro anos. De outro lado, o jornalista argentino Marco (Darío Grandinetti) se envolve com Lydia (Rosario Flores), uma toureira de sucesso que acaba se ferindo gravemente na arena e entra em coma profundo. No hospital, Benigno e Marco vão iniciar uma amizade repleta de confissões e cumplicidade. É interessante notar de imediato a diferença primordial entre Benigno e Marco. Apesar de ambos estarem em uma situação parecida, os dois lidam com as trágicas consequências de maneiras diferentes. Benigno acredita que tudo pode ser revertido e que o amor pode vencer qualquer barreira. Sua ingenuidade pode acabar custando caro. Marco, por sua vez, já é cético em relação a muitas coisas, inclusive na possibilidade de sua companheira acordar ou até mesmo na chance dela escutar no coma. Nessas diferenças, o resultado pode ser fatal: enquanto um está sempre ganhando, o outro está sempre perdendo. Mas o que determina quem ganha ou quem perde nessas ocasiões são as artimanhas do destino. E com destino Pedro Almodóvar sabe brincar e fazer bonito. E sabemos que, no final da história, um auge inesperado e surpreendente poderá acontecer. Em “Fale Com Ela”, o espanhol, que sempre se mostrou bom entendedor da mente das mulheres, trata do homem como vítimas de um amor vitimado pelo acaso. E as mulheres se mantêm fora do contexto principal na maior parte do tempo. Ou seja, o diretor e roteirista deixou calar (mas não completamente) as mulheres para dar chance de provar que a delicadeza masculina não só existe, como também se faz presente de uma maneira única. Não tem como não gostar.

Resumo
Data
Título
Fale Com Ela
Avaliação
51star1star1star1star1star

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.