FEITIÇO DA LUA (1987)

Feitiço da Lua ​|​ ​Moonstruck​ ​|​ ​dir.​ Norman Jewison ​| EUA​ ​|​ ​★★★★★

Feitiço da Lua Poster

Já fazia anos que eu estava com vontade de rever Feitiço da Lua, um dos primeiros filmes que eu coloquei como preferido da vida entre as minhas fitas VHS. É uma deliciosa comédia romântica trazendo um inusitado casal interpretado por ninguém menos que Cher e Nicholas Cage. Cher, por sinal, garantiu o seu Oscar histórico de melhor atriz, uma das três estatuetas que o filme garantiu na cerimônia, se somando com o de melhor atriz coadjuvante (Olympia Dukakis) e roteiro original escrito por John Patrick Shanley (“Vivos”, “Dúvida”). A cantora e atriz dá vida à Loretta Castorini, uma contadora viúva que vive num bairro tipicamente italiano de Nova York. Acaba de aceitar o pedido de noivado do imaturo Johnny (Danny Aiello), mas quando este viaja para Sicília visitar a mãe que está prestes a morrer, Loretta se apaixona por Ronny (Cage), o irmão rancoroso de Johnny, com quem não fala há cinco anos. Enquanto isso, os outros familiares de Loretta passam por questionamentos sobre o amor e o efeito que o sentimento causa nas pessoas. A rigor, Feitiço da Lua retrata justamente o amor em sua plenitude na vida de alguém, algo que não precisa de muito para soar sofisticado ou algo fora de moda. O humor contido no filme é algo simples, que não exagera nas situações, trazendo um trabalho notável de todo o elenco. A minha personagem preferida é Rose (Dukakis), a mãe de Loretta, que passa uma parte da história questionando a razão por trás da perseguição dos homens em relação às mulheres, já que não entende o fato do marido (Vincent Gardenia) manter uma amante mesmo após anos de casamento. O fato é que Feitiço da Lua é um filme certeiro, sendo um dos melhores a ser dirigido pelo mestre Norman Jewinson (“No Calor da Noite”, “Um Violinista no Telhado”). E sim, continuo encantado pela obra.

Resumo
Data
Título
Feitiço da Lua
Avaliação
51star1star1star1star1star

Comentários (via Facebook)

comments