FOME DE VIVER (1983)

Fome de Viver | The Hunger | dir. Tony Scott | Reino Unido | ★★★

Fome de Viver Poster

Com “Fome de Viver” eu finalizo o meu desafio David Bowie completando 7 filmes com a presença do cantor durante o mês de fevereiro. Por incrível que pareça, achei que este seria o título que mais me agradaria, já que a temática muito me interessa. Este é o primeiro longa-metragem de Tony Scott após experiências como diretor de propagandas. Por sinal, tanto a estética comercial quando a de videoclipe são notáveis referências em “Fome de Viver”, deixando o filme ainda com mais cara de anos 80. A sinopse mais conhecida diz que a obra tem como protagonista o casal de vampiros Miriam Blaylock (Catherine Deneuve) e John (David Bowie). No entanto, não se trata de vampiros tradicionais. Misteriosamente, John começa a envelhecer muito rápido. Em questão de minutos é capaz de avançar décadas, o que faz com que ele procure a geneticista Sarah Roberts (Susan Sarandon), uma especialista em envelhecimento precoce. Quando Sarah busca mais informações sobre o curioso caso de John, ela acaba conhecendo Miriam, que vê em Sarah uma ótima candidata para ser sua nova cúmplice. Enquanto Ridley Scott estava fazendo inestimável sucesso com “Blade Runner – O Caçador de Androides” (1982), seu irmão Tony estava bem mais interessado em desenvolver um trabalho que se tornasse cult quase que instantaneamente com a adaptação do livro de Whitley Strieber. E conseguiu. “Fome de Viver” é soturno, elegante e tem momentos inesquecíveis, como a maquiagem em Bowie ou a surpreendente cena de sexo com Deneuve e Sarandon. Meu problema com o filme é que não há um comprometimento com a complexidade de seus personagens, investindo muito mais em estilo do que conteúdo. Não busque explicações ou pontos em que parecem estabelecer uma mitologia. Se estiver curioso, atente-se muito mais ao fato de que “Fome de Viver” é uma referência ao estilo gótico no mínimo diferente.

Resumo
Data
Título
Fome de Viver
Avaliação
31star1star1stargraygray

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.