HOMEM-FORMIGA (2015)

Homem-Formiga | Ant-Man | dir. Peyton Reed | EUA | ★★★

Homem-Formiga Poster

Quando “Homem-Formiga” chegou aos cinemas, eu li a sinopse e considerei – por puro preconceito, confesso – que seria uma grande bobeira. Isso porque não daria pra levar crédito num super-herói do tamanho de uma formiga. Como conseguiriam filmar isso? E como criar sequências de ação críveis para tal? E o ator? Tem como ser levado a sério diante de um projeto desse? Depois de finalmente assistir ao provável impropério, posso dizer que o negócio não é tão ruim quanto parecia ser. O tal Homem-Formiga é desenvolvido pelo Dr. Hank Pinn (Michael Douglas), que chegou a ter problemas com as indústrias Stark, que tentou simular a sua invenção. Anos depois, ele percebe que está sendo passado para trás por Darren Cross (Corey Stoll), um antigo pupilo, que está desenvolvendo um composto muito semelhante ao seu. Para estancar a proximidade que traria riscos para a sociedade, Dr. Pinn, junto com a sua filha, Hope (Evangeline Lilly), busca uma espécie de substituto para o seu legado. O escolhido é Scott Lang (Paul Rudd), um ex-presidiário que tenta se reerguer na vida para tentar a aproximação com a sua filha. A ideia de um Chapolin Colorado e a suas pílulas de Polegarina – só que sofisticado – consegue a proeza de se estabelecer como algo que aceitamos. Somente isso já é algo elogiável do roteiro escrito por uma equipe enorme, mas dirigido por um cara chamado Peyton Reed (“Sim, Senhor”, “Separados Pelo Casamento”). As sequências em que brinca com as dimensões reais e diminutivas são muito boas, ainda que o grande trunfo que “Homem-Formiga” seja mesmo o carisma naturalmente cômico do ator Paul Rudd (alguém consegue acreditar que ele já tenha quase 50 anos???). O problema maior reside no fato de que os filmes da Marvel tenham ficado cada vez mais descartáveis por conta da necessidade de preparar sempre para algo maior, originando uma sensação de desperdício.

Resumo
Data
Título
Homem-Formiga
Avaliação
31star1star1stargraygray

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.