KILL BILL: VOL. 1 (2003)

Kill Bill – Vol. 1 | dir. Quentin Tarantino | EUA | ★★★★★

Kill Bill Vol. 1 Poster

Acho que “Kill Bill – Vol. 1” é um dos filmes que  eu mais vi na minha vida. Lembro que foi o primeiro que fiz download, já que tratava-se do novo filme de Quentin Tarantino, do qual não havia nem data de estreia aqui pelo Brasil. Internet afiada lá em casa ainda era novidade, resultando numa infindável espera de dois dias para ter o filme no HD. Não bastava ter feito isso quase uma década antes com “Pulp Fiction – Tempo de Violência” (1994), Tarantino não hesitaria em repetir a dose para confortar seu ego já devidamente inflado. Aqui, conhecemos uma mulher cujo nome nunca é revelado.

Conformamo-nos na apresentação da Noiva (Uma Thurman), que teve seu casamento transformado numa chacina, além de apanhar da quadrilha comandada por Bill (David Carradine) e levar um tiro à queima-roupa do mesmo. O porém é que a Noiva não morreu e, após passar quatro anos em coma, ela acorda com sede de vingança pelo que foi feito com ela, seu marido, convidados e, principalmente, a filha que carregava em seu ventre no momento do crime. Para isso, ela irá atrás das criminosas Vernita Green (Vivica A. Fox), uma agora dona-de-casa que reside na Califórnia, e O-Ren Ihii (Lucy Liu), que goza da tomada de poder da Yakuza, a máfia japonesa.

É importante falar que “Kill Bill” foi projetado para ser um único filme, mas a Miramax, como toda empresa que visa o lucro, teve a ideia de lança-lo em dois volumes e fazer com que os súditos de Tarantino comprassem duas vezes o ingresso. O mais curioso é que as duas partes resultantes possuem características próprias. No caso desse primeiro volume, reinam as diversas referências pop, com uma série de afetações estilísticas do diretor, que deu brecha até para uma sequência toda em anime! Tem também uma montagem simplesmente genial (Tarantino abre mão da linearidade da história), trilha sonora bem selecionada e o bote de Uma Thurman, que muito provavelmente salvou sua carreira com a força do amigo de longa data. Trata-se, enfim, do melhor tratado sobre vingança visto no cinema recente.

Filmes Conectados:

Kill Bill – Vol. 2 (2004)

Resumo
Data
Título
Kill Bill – Vol. 1
Avaliação
51star1star1star1star1star

Comentários (via Facebook)

comments

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *