KILL BILL: VOL. 2 (2004)

Kill Bill – Vol. 2 | dir. Quentin Tarantino | EUA | ★★★★

Kill Bill Vol 2 Poster

Ao contrário do que aconteceu com “Kill Bill – Vol. 1” (2003), que revi muitas outras vezes desde que o vi pela primeira vez, revi “Kill Bill – Vol 2” pela primeira vez desde que o conheci no ano em que foi lançado, há exato dez anos. Infelizmente, muitas coisas me decepcionaram nessa revisita. Embora eu saiba que a ideia por trás de separar os dois filmes seja essencialmente mercadológica, é possível dizer que a divisão foi muito acertada, principalmente porque são obras bastante destoantes. Enquanto no primeiro longa Quentin Tarantino jorrou sangue, referências nipônicas e violência urbana, essa segunda parte está muito mais ligada ao cinema de Sérgio Leone, com a aproximação extrema de rostos, a imensidão desértica e embates históricos. Aqui, a Noiva (Uma Thurman) já anuncia que não está de brincadeira, e não medirá esforços para alcançar o seu maior rival, Bill (David Carradine). Mas, para isso, ela terá ainda que aniquilar o caipira Budd (Michael Madsen) e a loira caolha Ellie Driver (Daryl Hannah). Nessa segunda parte também descobrimos enfim o que aconteceu na capela de El Paso, Texas, – que culminou numa chacina histórica -, o treinamento da protagonista com o seu mestre Pai Mei (Gordon Liu) e a aguardada conversa entre Beatrix Kiddo (enfim revelado o nome da anti-heroína) e o Bill do título. Por falar em conversa, são nesses momentos que o filme ganha ainda mais corpo, tanto pelo bom humor, quanto as metáforas incrivelmente bem classificadas. Mas por que eu me decepcionaria tanto com “Kill Bill – Vol. 2”? Bom, em primeiro lugar é preciso dizer que trata-se de um filme maravilhosamente bem produzido, e continuo gostando muito, mas reconheço que pegaram pesado na duração, pegando desvios por vezes desnecessários (Kiddo indo pro México para procurar Bill) ou incongruências na história. O que importa é que uma coisa não se pode negar: Quentin Tarantino é mestre na arte do entusiasmo.

Filmes Relacionados:

Kill Bill – Vol. 1 (2003)

Resumo
Data
Título
Kill Bill - Vol 2.
Avaliação
41star1star1star1stargray

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.