LAWRENCE DA ARÁBIA (1962)

Lawrence da Arábia | Lawrence of Arabia | dir. David Lean | Reino Unido | ★★★★★

Lawrence da Arabia Poster

Trata-se de um épico por excelência, com todos os elementos já esperados. Posso dizer que “Lawrence da Arábia” é impecável em diversos sentidos. Baseado na autobiografia “Os Sete Pilares da Sabedoria”, o filme narra a epopeia de T.E. Lawrence (Peter O’Toole), iniciando em seu velório em 1935. Através de um grandioso flashback, acompanhamos a sua crucial participação em eventos historicamente decisivos no Oriente Médio.

Durante a Primeira Guerra Mundial, Lawrence é enviado à Medina para acompanhar a tentativa de um oficial britânico em levar o Príncipe Faiçal (Alec Guinness) para que seu exército seja armado e apoiado pelos ingleses na luta contra os turcos, por sua vez aliados com a Alemanha. Lawrence decide ajudar os árabes a realizarem suas conquistas através da união entre os povos que estavam em constantes guerras civis. Tal influência foi de suma importância para a Revolta Árabe (1916 – 1918).

Ao assistir “Lawrence da Arábia”, não restam dúvidas sobre os motivos pelos quais a obra ficou imortalizada. Acredito que o deserto nunca foi tão bem fotografado como está aqui. O diretor David Lean, o homem por trás de “A Ponte do Rio Kwai” (1957) e “Doutor Jivago” (1965), aliado à adaptação de Robert Bolt, teve a proeza de filmar um livro considerado inadaptável.  Além das extensas e estonteantes paisagens desérticas ambientando lutas homéricas, as próprias nuances contidas na obra escrita foram respeitosamente retratadas. O personagem ganha ainda mais camadas em seu estudo. Grande adorador dos beduínos, Lawrence acabou se apaixonando por tudo o que estivesse relacionado à cultura árabe. No entanto, demorou a se dar conta de que era uma peça do jogo inescrupuloso do Reino Unido, que estava muito mais interessado no território dos árabes do que em ajuda-los a formar seu Império.

Polêmicas à parte, “Lawrence da Arábia” sobrepõe sua grandiosidade como obra. Foi constantemente homenageado, com destaque para o drama “O Paciente Inglês” (1996) e as aventuras protagonizadas por Indiana Jones (Steven Spielberg não perde a oportunidade de dizer que “Lawrence…” é seu filme preferido). Com quase quatro horas que passam voando, o filme é grande em duração e importância.

Resumo
Data
Título
Lawrence da Arábia
Avaliação
51star1star1star1star1star

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *