LIXO EXTRAORDINÁRIO (2010)

Lixo Extraordinário | Waste Land | dir. Lucy Walker | EUA | ★★★★★

Lixo Extraordinário Poster

Antes de qualquer coisa, devo ressaltar que “Lixo Extraordinário” é uma verdadeira experiência sentimental capaz de nos fazer dar valor ao que muitos não se dão ao direito de sentir. Serve como protesto, um grito de excluídos que estão à deriva, mas que aos poucos passam a perceber que têm o seu valor. Eles são catadores de lixo do maior aterro sanitário da América Latina, localizado no Jardim Gramacho, Rio de Janeiro. O talento reconhecido de Vik Muniz logo é apresentado de forma eficaz. Suas obras são de uma beleza visual impressionante, chegando até mesmo ao ponto de ser ilustrado, agora de forma mais sutil (não descarada), o grande artista que ele é.

Com uma história de superação, ele saiu de sua vida humilde em São Paulo para ganhar as galerias de artes de Nova York. Chegando ao Rio, já no temível aterro no Jardim Gramado, “Lixo Extraordinário” passa a ser outro filme, ganhando uma beleza. Forma-se aí uma das mais tocantes lições que aquelas pessoas aprenderão. E nós – com certeza – aprendemos muito mais. Em meio às montanhas de lixo, surgem as figuras que nós mesmos não damos o devido valor até nos questionarmos a importância deles, os catadores de lixo. Aliás, catadores de lixo não, catadores de materiais recicláveis (!).

São eles os responsáveis pela proteção da natureza, evitando que a degradação ambiental seja um problema menos devastador do que poderia vir a ser. Somos apresentados a Tião, Zumbi, Ísis Suélen, entre outros que, mesmo com numa situação tão sofrida e que muitos nem se imaginariam estar, levam a vida conformados como podem, por vezes felizes e até mesmo orgulhosos por estarem fazendo um trabalho digno. E a transformação – que antes parecia tão ingênua ao ser discursada por Vik Muniz na introdução – acontece diante de nós. Quem antes tinha até vergonha de seu trabalho, passou a ter orgulho. Pessoas desacreditadas, sofridas, passaram a ganhar seu merecido valor e, o principal, ganharam voz. “Lixo Extraordinário” é certamente um dos mais belos trabalhos do ano. Visto para gringo ver, é verdade, mas, num conjunto, trata-se de um sentimento nobre: a arte com seu devido valor social.

Resumo
Data
Título
Lixo Extraordinário
Avaliação
51star1star1star1star1star

Comentários (via Facebook)

comments

9 Comentários

  1. Amei o Documentário. Excelente para reflexão e entendimento de um mundo que muitos sabem que existe, mas não tem contato real com ele. Nem pela televisão.

  2. Meu caro, excelente leitura do documentário.

    Gostaria apenas de ressaltar que o quadro que Tião protagoniza é chamado MARAT, e não Murat.

    Abraço!

  3. Querido Adécio,
    Primeiro quero elogiar seus posts e pedir desculpas por ter utilizado trechos deles em meu blog, especialmente quando não o cito, o que estou corrigindo agora. Como disse no post referido a esse filme, levei mais de uma semana para reunir informações que fizessem juz a experiência em si, especialmente que conferissem o olhar gestáltico (abordagem psicológica que sigo). Ainda ssim estou publicando seu comentário, que registra sua indignação. Obrigada e desculpas, de novo!
    abraços
    http://www.psicologiaecinema.com

  4. Olá, querido Adécio,
    Gosto muito do seus posts, e de vez em quando uso trechos no meu site, que fala do olhar psi em alguns filmes. Esse filme, em particular, mexeu muito comigo por conta da minha abordagem, gestalt-terapia, que trabalha principalmente com o processo. Ao utilizar muitas referências já publicadas na net, inclui alguns trechos seus. Infelizmente, não citei todas as fontes, ao que peço desculpas, e estou corrigindo agora. Certamente, publicando tb seu comentario, abraços

  5. Correção importante:Charlotte Corday foi a assassina de Marat e não a pintora do quadro. O autor do quadro foi Jacques-Louis David, expoente artista e revolucionário do período neoclássico.

  6. Ainda não assisti ao filme, mas minha curiosidade se mantém. Quero ver esse ar arrogante do Vik do início e sua transformação.

    PS: andei visitando teu blog e gostei muito do que vi. parabéns.

    adicionei nos meus links!

    Abraços

Os comentários estão fechados.