MAR ADENTRO (2004)

Mar Adentro | dir. Alejandro Amenába | Espanha | ★★★★★

Mar Adentro Poster

Trata-se do caso real de Ramón Sampedro, ex-marinheiro da região de Boiro, que passou 26 anos prostrado em uma cama. Tetraplégico, ele foi à justiça para ter o direito de se matar. Não conseguiu e contou com a ajuda de amigos para conseguir o que tanto desejara. O caso já havia ganhado uma versão no cinema com “Condenado a Vivir” (2001), mas foi com “Mar Adentro” que ficou mundialmente conhecido. Aqui ele é interpretado por um Javier Bardem simplesmente formidável.

Depois de anos sendo cuidado pela atenciosa família de seu irmão, Ramón segue com o desejo de partir dessa vida, que para ele já não tem significado algum. Para isso, ele irá contar com a ajuda voluntária da advogada Julia (Belén Rueda), que sofre de uma doença degenerativa. Preparando-se para enfrentar o júri e tocar numa grande discussão social, Ramón conhece a humilde operária Rosa (Lola Dueñas), que se impõe no desafio de querer “salvar” o homem.

Um dos pontos mais interessantes de “Mar Adentro” se apresenta no cuidado em ter o mínimo possível de julgamentos. O discurso de Ramón Sampedro é bem simples. Em nenhum momento ele lança a dúvida sobre a capacidade das pessoas em se sentirem realizadas, mesmo com as novas condições que a vida lhes impõe. Um cadeirante pode se sentir até ser feliz com sua realidade. No entanto, Ramón não se importa com os outros, se deixando decidir sobre a sua própria vida. Perguntado por Julia sobre o porquê do desejo de morrer, a resposta é tão direta quanto devastadora: a distância que separa ele de sua interlocutora pode ser insignificante pra muita gente, mas pra ele trata-se de um obstáculo intransponível. Cada personagem possui uma função tangível e cada um passa por algum tipo de confronto interno diante das decisões de Ramón.

Ou seja, tudo é calculado para funcionar e vem daí a primorosidade do texto escrito por Mateo Gil e Alejandro Amenábar. Este último, por sinal, se mostrou um diretor eficiente em diferentes frentes. “Mar Adentro” é para ver, rever, se emocionar, refletir e discutir.

Resumo
Data
Título
Mar Adentro
Avaliação
51star1star1star1star1star

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *