MELINDA E MELINDA (2004)

Melinda e Melinda | Melinda and Melinda | dir. Woody Allen | EUA | ★★★

Melinda e Melinda Poster

A vida é uma tragédia ou uma comédia? Essa é a pergunta que Woody Allen utiliza para desenvolver “Melinda e Melinda”, filme que foi pouco descoberto, embora tenha sido muito mais elogiado no Brasil do que fora. A questão inicial será discutida logo no início da história, quando dois dramaturgos estão versando sobre suas opiniões diametralmente opostas. Um desafio então é dado: basta cada um deles desenvolver uma história similar e com a mesma personagem, porém com elementos de comédia ou tragédia para saber qual a melhor abordagem.

Na parte do drama, Melinda (Radha Mitchell) aparece do nada num jantar feito na casa de sua melhor amiga, Laurel (Chloë Sevigny), e do marido, que é ator desempregado. A visita aparece desgrenhada após ter se separado do marido e ser trocada pelo amante. Já na parte da comédia, a outra Melinda (também vivida por Radha Mitchell) invade o apartamento dos vizinhos (também durante o jantar) após exagerar nas pílulas para dormir. Acontece que o anfitrião, o também ator desempregado Hobie (Will Ferrell), vai se apaixonar pela mulher misteriosa, mesmo sendo casado com a cineasta Susan (Amanda Peet).

Ambas as histórias tem pontos em comum, como as situações de romantismo, adultério e resultados inesperados. A conclusão que se pode chegar (e tomando o cuidado para não revelar muito do que pode se esperar de “Melinda e Melinda”) é o que Woody Allen sempre quis provar: nada é preto no branco. Ou seja, nossas vidas são um dual entre a comédia e a tragédia, onde podemos rir de desgraças ou ficar num estranho estado de melancolia em momentos em que devemos estar felizes. Allen, portanto, responde àqueles que nunca se sentiram confortáveis em suas investidas nos mais variados gêneros cinematográficos.

Somente por isso, “Melinda e Melinda” deveria ser melhor descoberto. O roteiro, escrito no período de um mês para ser estrelado por Winona Ryder (que declinou ao convite) pode não ter os diferenciais que nos acostumamos com o cinema neurótico de Allen (e a atriz Radha Mitchell não dá conta), mas tem inteligência suficiente para ser bem avaliado.

Resumo
Data
Título
Melinda e Melinda
Avaliação
31star1star1stargraygray

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *