NÓS MONSTROS (2015)

Nós Monstros | Wir Monster | dir. Sebastian Ko | Alemanha | ★★★★

39ª Mostra Internacional de São Paulo

Nós Monstros Poster

Nós Monstros” foi um filme escolhido por mim quase que aleatoriamente na 39ª Mostra Internacional de Cinema. Não poderia ter feito melhor negócio, pois esse trabalho do diretor alemão Sebastian Ko – que estava presente para a sabatina dos espectadores após a exibição do seu longa – é um thriller bastante envolvente. Sarah (Janina Fautz) é uma adolescente de 14 anos que passa por um momento de rebeldia por não aceitar a separação dos pais, mesmo que ambos estejam agora em outros relacionamentos. Num dia aparentemente comum, Sarah revela ao pai, Paul (Mehdi Nebbou), que matou sua melhor amiga após empurrá-la de uma ponte. O choque causado pela notícia também vem pela tranquilidade da garota, que parece não demonstrar nenhum traço de remorso. Paul decide não entregar a filha à polícia, mantendo o crime em segredo junto com a mãe de Sarah, Christine (Ulrike C. Tscharre). O que Paul e Christine não esperavam é que o desaparecimento da vítima pode chamar ainda mais atenção, fazendo com que eles tenham que ir até as últimas consequências para proteger a família antes desfeita. Segundo o próprio diretor e co-roteirista, “Nós Monstros” mostra um espiral de acontecimentos que vai deixando o espectador cada vez mais envolvido. A tarefa teve êxito. Não foram poucas as vezes em que a plateia é levada à gargalhada tamanha a perplexidade diante da trama. É como se um acontecimento fosse causando outros ainda mais intrincados. A fórmula não chega a ser original, e não escapa nem mesmo a presença de personagens pouco desenvolvidos, que estão ali muito mais para servir de escada (é o caso do pai da vítima ou os namorados preteridos dos protagonistas). Mesmo diante disso, posso dizer que “Nós Monstros” é um empolgante suspense familiar feito por um cara que parece entender bastante sobre psicologia (no debate pós-sessão, ele confessou contar com o auxílio de um psiquiatra como consultor do roteiro). É inevitável não se perguntar: será que faríamos algo similar aos personagens execráveis dessa obra?

Resumo
Data
Título
Nós Monstros
Avaliação
41star1star1star1stargray

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.