O BEBÊ DE BRIDGET JONES (2016)

O Bebê de Bridget Jones ​|​ ​Bridget Jones’s Baby​ ​|​ ​dir.​ Sharon Maguire ​|​ ​Reino Unido​ ​|​ ​★★

O Bebê de Bridget Jones Poster

Pouco mais de dez anos após “Bridget Jones – No Limite da Razão”, volta boa parte do elenco para essa nova aventura, que muitos podem pensar que foi baseado em mais um livro de Helen Fielding. Na verdade, não. A terceira publicação dela com Bridget Jones como protagonista – Bridget Jones: About a Boy – foi lançado em 2013 e nunca teve uma adaptação para os cinemas. Já “O Bebê de Bridget Jones” contou com a colaboração de Fielding no time de roteiristas para só depois ter ido parar nas livrarias. Renée Zellweger faz Bridget Jones de uma maneira um tanto quanto segura, mas que parece se incomodar em ainda estar solteira e inevitavelmente irrompe uma crise. É então convidada por uma amiga parar curtir um festival de música, e lá transa com um desconhecido (Patrick Dempsey). Logo após, ao participar de um matrimônio, reencontra o seu ex-namorado Mark Darcy (Colin Firth) e, consequentemente, os dois transam. É então que Bridget fica grávida, mas sem saber qual dos dois é o pai do bebê. “O Bebê de Bridget Jones” consegue situar bem a protagonista no mundo moderno. Seu diário não é mais de papel, as redes sociais estão presentes e existem novas formas de lidar com o desapego. Mesmo assim, ela não está imune às suas trapalhadas e momentos de burrice, como naquela em que, ao ver a amiga agitar o teste de gravidez, diz algo como “Isso vai machucar o bebê!”.  Surgem diversos outros problemas, dos quais poderiam ser evitados com uma trama mais enxuta, já que a duração de duas horas e uns quebrados não é a ideal para esse tipo de filme. Esperava coisa bem pior, é verdade. E talvez só não seja um enorme fiasco graças à boa vontade do elenco, que parece estar adorando estar ali.

Filmes Relacionados:

O Diário de Bridget Jones (2001)
Bridget Jones – No Limite da Razão (2004)

Resumo
Data
Título
O Bebê de Bridget Jones
Avaliação
21star1stargraygraygray

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.