O BEBÊ DE ROSEMARY (1968)

O Bebê de Rosemary | Rosemary’s Baby | dir. Roman Polanski | EUA | ★★★★★

O Bebê de Rosemary Poster

Tudo em “O Bebê de Rosemary” é subentendido, charmoso e inquietante. Da sinistra canção de ninar que inicia a fita até o seu final que foge do padrão, a obra tece uma história que foi lindamente moldada por Roman Polanski, diretor que carimbou seu passaporte para os Estados Unidos, terra onde só traria tragédias em sua vida pessoal, como a morte de sua esposa (a atriz Sharon Tate, assassinada por Charles Manson em 69) no ano seguinte a este filme. A história gira em torno de Rosemary (Mia Farrow) e Guy (John Cassavetes), um casal recém-chegado num novo apartamento. Até que a morte de uma vizinha faz com que se aproximem de um casal de velhinhos (Sidney Blackmer e Ruth Gordon). Com a carreira de ator de Guy começando misteriosamente a fazer sucesso e a boa notícia de que finalmente ficou grávida, Rosemary demora a se dar conta de que, talvez, tenha sido vítima de uma seita presidida pelos velhinhos para adorar o anticristo. Antes de qualquer coisa, “O Bebê de Rosemary” é um grande estudo de personagens. A começar pela protagonista, uma leitura paralela estaria no fato de que tudo o que ela presencia estivesse relacionado à sua educação católica, que por vezes é mostrada em pequenos flashbacks. Óbvio que essa possível teoria será refutada antes mesmo do terceiro ato, mas o cuidado com que Roman Polanski toma como prioridade nesse seu primeiro trabalho internacional é a prova da qualidade de direção do filme. Baseado na novela de Ira Levin (1929–2007), “O Bebê de Rosemary” com certeza está na lista de muita gente como “um dos melhores filmes de horror já feito”. Foi um dos primeiros a levantar uma questão filosófica que muitos filmes do gênero – atualmente – deve à obra: afinal, por que somente quando estamos no desespero da dor é que somos mais prudentes?

Resumo
Data
Título
O Bebê de Rosemary
Avaliação
51star1star1star1star1star

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.