O DESPREZO (1963)

O Desprezo | Le mépris | dir. Jean-Luc Godard | França | ★★★

O Desprezo Poster

O Desprezo” é um dos títulos mais conhecidos da filmografia de Jean-Luc Godard. Eu achava que iria gostar bem mais da obra, até porque acho “Acossado” (1960) muito bom e nem me pareceu próximo da chatice de Fellini (tenho um trauma que nem sei se um dia irei superar!). Este filme de 1963 também mostra Brigitte Bardot no auge da beleza e popularidade. Bem fotografada, BB (como também é conhecida) era então um fenômeno fashionista que influenciou o comportamento feminino. Mas voltando a falar sobre “O Desprezo”, temos a história muito bem delineada em três grandes atos. Na primeira, iremos conhecer os personagens. Paul (Michel Piccoli) é um roteirista francês que vai à Roma para trabalhar com o produtor Jeremy Prokosch (Jack Palance), que pede a sua ajuda para aprimorar o texto da sua adaptação da Odisseia de Homero. O segundo ato é uma DR de mais de meia-hora entre Paul e a namorada, Camille (Brigitte Bardot), que se sentiu “usada” por Paul por deixa-la sozinha com Prokosch. Por último, todos os personagens vão para Capri, onde Camille se empodera e passa a desprezar Paul como sinal de superação sentimental. E é isso. Quer dizer. É claro que tem toda uma questão teórica por trás. É importante lembrar que Godard é um acadêmico e, portanto, não iria fazer uma simples história sobre um casal chato em meio às picuinhas. É definido todo um paralelo com a Odisseia, além de uma crítica ao cinema hollywoodiano (esse último bem mais sutil). Como cinéfilo, eu tenho total capacidade de reconhecer esses grandiosos ancestrais da cultura audiovisual. Por outro lado, enquanto espectador comum com total capacidade de discernir o que me diverte, eu já acho que “O Desprezo” não vai exatamente à MINHA classificação pessoal de grandes filmes. É um clássico, obviamente, porém é muito melhor degustado por fãs confessos de nouvelle vague.

Resumo
Data
Título
O Desprezo
Avaliação
31star1star1stargraygray

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.