O MORDOMO DA CASA BRANCA (2013)

O Mordomo da Casa Branca | The Butler | dir. Lee Daniels | EUA | ★★★

O Mordomo da Casa Branca Poster

Eu achava que “O Mordomo da Casa Branca” fosse um fracasso completo. Não foram poucas as pessoas que diziam ser uma verdadeira bomba. Na minha humilde e amistosa opinião, mesmo que não seja a oitava maravilha do mundo, o filme não chega a ser um desperdício. O diretor Lee Daniels, o mesmo do elogiável “Preciosa – Uma História de Esperança” (2009) e o bizarro “Obsessão” (2012), condensa 80 anos da vida de um personagem livremente baseado na figura de Eugene Allen. Se você não ficar tentando decifrar o que é real ou fictício da história, é possível embarcar no novelão.

É contada, de maneira episódica, a história de Cecil Gaines (Forest Whitaker), desde a sua infância, quando viu seu pai ser morto quando sua mãe é estuprada e mais tarde fica louca. O pequeno Cecil é levado para uma casa onde aprende a servir e fingir “ser invisível” no recinto. Já crescido, ele ganha o mundo e, graças ao que aprendeu, passa a trabalhar em vários lugares até ser convidado a servir na Casa Branca, onde trabalhará durante os mandatos de sete presidentes, que incluem Eisenhower (Robin Williams), Kennedy (James Marsden), Nixon (John Cusack) e Reagan (Alan Rickman).

Existem também os conflitos familiares, que contam a esposa alcoólatra Gloria (Oprah Winfrey) e o filho mais velho Louis (David Oyelowo), que se incomoda com a passividade do pai e sai de casa para lutar por direitos civis dos negros, chegando a enfrentar a Kru Krux Klan, participa da fundação dos Panteras Negras e conhece até Martin Luther King! Ou seja, dá pra ver que a quantidade de eventos históricos importantes acabam tornando “O Mordomo da Casa Branca” numa espécie de Forrest Gump black. Posso até concordar que o filme por diversas vezes não poupa o explícito investimento no melodrama (o que enfraquece a experiência). No entanto, serve como um bom apêndice para apresentar as raízes de discussões sociais pra nova geração. Foi muito bom se surpreender um pouco mais com um filme.

Resumo
Data
Título
O Mordomo da Casa Branca
Avaliação
31star1star1stargraygray

Comentários (via Facebook)

comments

Um comentário

  1. Não sei, mas o filme não me cativou nos trailers nem um pouco. Não é o tipo de produção que consegue me convencer a ir ao cinema ou destinar algum tempo em casa para assistí-lo.

    Seu texto me inspirou um pouco, mas devo esperar a oportunidade na Tv aparecer e avaliar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *