O OURO DE ULISSES (1997)

O Ouro de Ulisses | Ulee’s Gold | dir. Victor Nuñez | EUA | ★★★

O Ouro de Ulisses Poster

Já havia assistido a esse filme há muitos anos, quando encontrei um VHS perdido numa das prateleiras empoeiradas de um sebo próximo do Largo 13 de Maio. Pra falar a verdade, eu comprava muitas dessas fitas (que custavam de R$2 a R$ 5 reais) pra depois gravar qualquer coisa por cima. Com “O Ouro de Ulisses” foi exatamente o que aconteceu, mas lembro que na época eu tinha ficado bem satisfeito com o filme. Hoje é lembrado principalmente por ter dado a Peter Fonda uma série de indicações a prêmios por sua atuação (incluindo o Oscar e uma vitória no Globo de Ouro), além de uma nova fase para sua carreira, que teve seu primeiro sucesso com “Sem Destino” (1971), projeto do qual ele estrelou e escreveu ao lado de Dennis Hopper.

Eu sempre tenho que parar pra pensar quando se trata da família Fonda, mas vamos lá: Peter é filho de Henry. Ou seja, ele é irmão de Jane e também pai da Bridget. Entenderam?

Em “O Ouro de Ulisses”, o ator interpreta Ulee Jackson, um veterano do Vietnã que segue sua vida sendo apicultor. Ele perdeu sua esposa há seis anos e há dois não fala com seu único filho, que está preso por conta de um assalto. Ulee vive de maneira pacata, enquanto cuida de suas duas netas (entre elas, uma adolescente rebelde interpretada por Jessica Biel em seu primeiro papel). O protagonista passa por uma situação delicada quando seu filho entra em contato para que seu pai resgate sua esposa, uma viciada que está em mãos de dois ex-comparsas que passam a extorqui-lo.

Apesar de a sinopse sugerir um filme eletrizante, esqueça isso. Tudo é levado de uma maneira serena, pausada, praticamente uma rima visual com o próprio protagonista, que tem passos pesados, de poucas palavras e é extremamente solitário. Não são poupadas nem mesmo as metáforas com a paixão que Ulee possui pelas abelhas. Apesar de alguns personagens mal construídos – como a vizinha enfermeira – o texto do também diretor e editor Victor Nunez (“O Sol do Paraíso”) privilegia muito bem o herói da história.

Resumo
Data
Título
O Ouro de Ulisses
Avaliação
31star1star1stargraygray

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *