O PÁSSARO AZUL (1940)

O Pássaro Azul | The Blue Bird | dir. Walter Lang | EUA | ★★

O Pássaro Azul Poster

Há muito tempo um amigo havia me dito que “O Pássaro Azul” era o filme de sua vida. Muito tempo se passou e eu acabei me esquecendo de ir atrás. Até que há alguns dias foi noticiada a morte de Shirley Temple (1928 – 2014), protagonista de “O Pássaro Azul”. A triste notícia acabou me lembrando de ver o filme, que tem várias versões disponíveis no YouTube. O dado mais curioso é que esta foi a resposta da Fox para o sucesso de “O Mágico de Oz” (1939), da MGM. No entanto, “O Pássaro Azul” foi um verdadeiro fracasso, o primeiro da carreira de Temple. Parte da culpa seria o fato do público não engolir a pequena garota fazendo um papel que irritava mais do que encantava. A história segue um já esperado tom de fábula. Numa pequena vila alemã durante as guerras napoleônicas, vive a petulante Mytyl (Shirley Temple), que não aceita a situação de pobreza de sua família. Depois de seu pai ser chamado para a Guerra, Mytil, durante a noite, recebe a visita de uma fada, que dá a notícia de que a felicidade pode ser alcançada depois que encontrar um pássaro azul. Junto ao seu irmão Tyltyl (Johnny Russell) e as versões humanizadas de seu cachorro Tylo (Eddie Collins) e a ardilosa gata Tylette (Gale Sondergaard), sai à procura da ave azulada no passado (numa floresta perigosa) e no futuro, onde vivem crianças com roupas de romanos que estão à espera pra nascer (WTF???). Iniciado em p&b, as comparações com “O Mágico de Oz” são gritantes. Mas trata-se de uma versão piorada, com personagens descartáveis, situações no sense e um universo mágico capenga. “O Pássaro Azul” é adaptação da peça escrita pelo belga Maurice Maeterlinck. É também um grande clássico da Sessão da Tarde em décadas atrás. Talvez por isso tenha seus admiradores.

Resumo
Data
Título
O Pássaro Azul
Avaliação
21star1stargraygraygray

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.