ONDE OS FRACOS NÃO TÊM VEZ (2007)

Onde Os Fracos Não Têm Vez | No Country for Old Men | dir. Ethan Coe, Joel Coen | EUA | ★★★★★

Onde os Fracos Não Têm Vez Poster

A novela homônima de Cormac McCarthy tem muito a ver com o trabalho da dupla Ethan e Joel Coen, inclusive nos toques do nonsense e diálogos cheios de espirituosidade, que povoam o filme de uma forma bastante sólida.

No deserto fronteiriço entre EUA e México, o corajoso Llewelyn Moss (Josh Brolin), ao fazer sua caçada típica a coiotes, encontra um cenário sanguinolento. Uma chacina onde vários latinos estavam mortos, provavelmente por um acerto de contas que não acabara bem. Não demora muito e ele encontra uma maleta contendo dois milhões de dólares. Sem pensar duas vezes, ele pega o dinheiro para si, mas ele não contava que o montante tinha um dono, ou, pelo menos, alguém que se dizia dessa maneira. Trata-se do aterrorizante Anton Chigurh (Javier Bardem), um assassino de grande perspicácia. Prevendo o iminente cerco de Llewelyn, o xerife Ed Tom Bell (Tommy Lee Jones) teme pelas consequências desastrosas desse cenário.

É muito bonito de ver o grande simbolismo que é “Onde Os Fracos Não Têm Vez”. De um modo geral, trata-se do discurso de um xerife que não vê mais melhora num mundo cão em que vive (e que, de certo modo, não é muito distante da gente). O personagem, que é interpretado de forma brilhante por Tommy Lee Jones, aos poucos vai tendo a certeza que já não há, de fato, um lugar seguro para um “fraco” (traduzido de forma questionável do “old man” que consta no original). Com as atrocidades e requintes de crueldade dos quais se depara no seu dia-a-dia, ele sabe que fazer o seu papel é praticamente uma tarefa que não colocará fim em nada.

Onde os Fracos Não Têm Vez” é um ótimo exemplo para afirmar que Ethan Coen e Joel Coen são mestres na arte de criar tensão. Podemos também nos deliciar com diálogos sensacionais. Só lembrando que o longa ganhou o Oscar de melhor filme na premiação de 2008, além de ter faturado outras estatuetas nas categorias de edição, roteiro adaptado e ator coadjuvante para Javier Bardem. Como perceberam, o filme fez por merecer.

Resumo
Data
Título
Onde os Fracos Não Têm Vez
Avaliação
51star1star1star1star1star

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *