ORLANDO – A MULHER IMORTAL (1992)

Orlando – A Mulher Imortal | Orlando | dir. Sally Potter | Reino Unido | ★★★★

Orlando Poster

O CineSesc, localizado na Rua Augusta 2075, pelo terceiro ano consecutivo, está com uma parceria com o Festival do Rio, evento cinéfilo que acontece poucos dias antes da Mostra Internacional de São Paulo. A ideia é trazer alguns dos principais títulos exibidos no festival carioca para São Paulo, sempre visando as obras – em grande parte documentários – que discutem alguma relevância social em voga. Dentro desse contexto, também estão inclusos nesse retrospecto obras dirigidas por Sally Potter (Orlando – A Mulher Imortal”), Derek Jarman (“Henrique II”) e Stephen Frears (“Minha Adorável Lavanderia”), que formalizam a chamada mostra Queer Classics Britânicos. Eu, curioso para ver um dos primeiros papéis de destaque da diva Tilda Swinton (de longe uma das minhas atrizes preferidas), aproveitei para ver Orlando. O lindo filme acompanha a epopeia do personagem-título a partir do 1600, quando recebe um título honroso da Rainha Elizabeth I (Quentin Crisp), com a condição de nunca envelhecer. Os séculos se passam, sempre com mudanças sociais no Reino Unido, até que se torna mulher. É passagem irônica, muito análoga em mostrar o papel da mulher nesse novo contexto, o que muda toda a configuração de como ela é vista na sociedade. Orlando – A Mulher Imortal abre um leque de interpretações. A minha é que a obra quer retratar a ilusão de direitos que se tem no papel da mulher. Afinal, como já diria Simone de Beauvoir “Não se nasce mulher, torna-se mulher”. O longa é adaptação do romance de mesmo nome escrito por Virginia Woolf, que relacionou muito bem as suas narrativas fluídas com a sua tese, digamos, à frente do seu tempo, já que o conceito de androginia ainda era um tabu na literatura. Já Orlando, o filme, transborda apuro técnico, com direção de arte e figurinos indicados ao Oscar. Logo, é um trabalho notável pela exuberância visual, tema transgressor e, claro, ainda tem Tilda de bandeja.

Resumo
Data
Título
Orlando – A Mulher Imortal
Avaliação
41star1star1star1stargray

Comentários (via Facebook)

comments