OS SETE SAMURAIS (1954)

Os Sete Samurais | Shichinin no Samurai | dir. Akira Kurosawa | Japão | ★★★★★

Os Sete Samurais Poster

Eu lembro que sempre torcia meu nariz para “Os Sete Samurais”. Antes seria um milagre suportar três horas e meia de um filme em preto-e-branco sobre samurais do séc. XVI. Hoje eu me culpo por não ter sanado o meu preconceito antes e ter dado a chance devida para o filme. Baixei o longa com boa vontade, que veio em três partes de mais menos uma hora e dez minutos cada. A intenção era ver cada parte isoladamente, uma por noite. O plano não deu certo. Devorei o filme todo numa tacada só.

Na era Sengoku, os samurais estão perdendo sua importância. Muitas deles vagam de cidade em cidade em busca de um trabalho que ao menos concedam comida. Em outro ponto, uma vila de aldeões é constantemente surpreendida por grupos saqueadores, que acabam com as plantações e dizimam parte dos fazendeiros. Ao saber que mais adiante serão saqueados novamente, quatro camponeses partem para a cidade em busca de samurais que aceitem defender a humilde vila. Eles conhecem Kambei (Takashi Shimura), um sábio e experiente guerreiro que se surpreende com a oferta de ajudar os aldeões em troca de uns punhados de arroz. Ele recruta mais quatro valentes, cada qual com uma habilidade específica de combate. Mais adiante, juntam-se a eles mais dois guerreiros.

Akira Kurosawa faz os primeiros usos de travellings inacreditáveis, cortes precisos, profundidade de campo e multicâmeras para dar ênfase aos pontos mais decisivos de sua obra. O resultado acabou servindo de inspiração para todo o gênero que Kurosawa praticamente ensinou a desenvolver. Até o western spaghetti deve alguma coisa a “Os Sete Samurais”. O mais louvável é que a obra não é apenas técnica. A grande moral está na discussão sobre os louros da guerra. Quem perde com tudo isso? Certamente não são os civis, que vão tentar se reerguer de qualquer forma. No desfecho do filme, Kambei tira a conclusão de que realmente nunca ganhou uma guerra, que sempre culminou em dolorosas perdas para ele. Eu, particularmente, não me importei nem um pouco em ter varado a madrugada em companhia desses personagens.

Resumo
Data
Título
Os Sete Samurais
Avaliação
51star1star1star1star1star

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *