OS ÚLTIMOS PASSOS DE UM HOMEM (1995)

Os Últimos Passos de um Homem | Dead Man Walking | dir. Tim Robbins | EUA | ★★★★

Os Últimos Passos de um Homem Poster

Esse é daqueles filmes que nos deixam na bad. Não tem alívios cômicos, trata de um assunto híper delicado e, não satisfeito, apresenta cenas de cortar o coração. Isto é, se você realmente é aberto para sensibilizar-se com as situações apresentadas aqui. “Os Últimos Passos de um Homem” foi o segundo de três longas escritos e dirigidos pelo ator Tim Robbins (fez antes “Rob Roberts” de 92 e depois fez “O Poder Vai Dançar”, de 99). Susan Sarandon interpreta a freira Helen Prejean que mantém os costumeiros trabalhos como voluntária. Certo dia, recebe a carta de Matthew (Sean Penn), um prisioneiro que se encontra no corredor da morte após ser condenado pela coautoria do assassinato de um jovem casal. Ao se encontrar com o remetente, Helen resolve ajudar Mathew num recurso para que não o mandem para a injeção letal (uma novidade que viria substituir a cadeira elétrica). O problema é que Mathew não é nada fácil de defender. Racista, simpatizante do neo-nazismo e sem indícios de que possa ser inocente, o cara dará um grande desafio para Helen em trata-lo, acima de tudo, como um ser humano. É bastante difícil lidar com “Os Últimos Passos de um Homem”, já que a obra não estabelece uma única visão dos fatos. Os pais das vítimas assassinadas ganham um bom espaço na história para representar o lado dos que acreditam na justiça mais dura. Helen, por sua vez, questiona o fato de ser a morte – algo que condenamos pela imoralidade – um instrumento de justiça. Se matar é errado, por que matar o prisioneiro? É essa a tônica do filme, que é baseado no livro homônimo da própria Helen Prejean. O filme é indicado principalmente às pessoas que querem entender um pouco melhor sobre o assunto e sair das críticas superficiais que afrontam os direitos humanos.

Resumo
Data
Título
Os Últimos Passos de um Homem
Avaliação
41star1star1star1stargray

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.