QUEM TEM MEDO DE VIRGINIA WOOLF? (1966)

Quem Tem Medo de Virginia Woolf? | Who’s Afraid of Virginia Woolf | dir. Mike Nichols | EUA | ★★★★

Quem Tem Medo de Virginia Woolf Poster

Quem Tem Medo de Virginia Woolf?” é um filme pesado. Digo isso porque é inevitável não ter a certeza de que a agressão verbal é muito mais dolorosa quando estamos discutindo com pessoas que nos conhecem tão bem.

Baseado na icônica peça de Edward Albee e roteirizado por Ernest Lehman (“Intriga Internacional”, “Amor, Sublime Amor”, “A Noviça Rebelde”), a obra é basicamente um embate – difícil de presenciar – entre um casal de meia-idade em crise. George (Richard Burton) é professor universitário e casado com Martha (Elizabeth Taylor), filha do reitor da mesma universidade em que leciona. Após uma festa na casa do pai de Martha, eles recebem a visita de um jovem casal, formado pelo também professor Nick (George Segal) e sua frágil esposa Honey (Sandy Dennis). Desse encontro, surgem revelações ácidas e uma dinâmica de socialização no qual todos estão bêbados e vulneráveis.

Essa é a estreia de Mike Nichols como diretor, cargo que ele desempenhou tão bem em exemplos de décadas distintas, já que podemos citar trabalhos como “A Primeira Noite de um Homem” (1967), “Uma Secretária do Futuro” (1988), “Segredos do Poder” (1998) e “Closer – Perto Demais” (2004). “Quem Tem Medo de Virginia Woolf?”, que sempre tem alguma montagem em cartaz em diversos teatros pelo mundo, também ficou imortalizado pelas interpretações de primeira linha de Elizabeth Taylor e Richard Burton, que eram casados nesse período e protagonizam aqui a quarta de suas 11 colaborações juntos (eles se divorciariam definitivamente dez anos depois).

Taylor, por sinal, nunca deixou de dizer que esse é o seu melhor trabalho, que lhe rendeu o primeiro de seus dois prêmios Oscar de melhor atriz. Apesar de ser um belíssimo trabalho de composição de ambiente, roteiro afiado e recursos de linguagem cinematográfica (vida a cena do balanço e seu significado emocional), “Quem Tem Medo de Virginia Woolf?” é definitivamente um filme de atuação, o que é vital para uma obra que contém apenas quatro personagens emocionalmente eufóricos. Trata-se de uma experiência sofrível de assistir, se é que tem um bom sentido pra isso.

Resumo
Data
Título
Quem Tem Medo de Virginia Woolf?
Avaliação
41star1star1star1stargray

Comentários (via Facebook)

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *