REENCONTRANDO A FELICIDADE (2010)

Reencontrando a Felicidade | Rabbit Hole | dir. John Cameron Mitchell | EUA | ★★★★

Reencontrando a Felicidade Poster

Mesmo com o nome de John Cameron Mitchell – idealizador do cultuado entre os alternativos “Hedwig – Rock, Amor e Traição” – nos créditos, o que mais chamou atenção ao filme certamente foi o retorno de Nicole Kidman à boa forma. É quase impossível imaginar que uma atriz tão talentosa seja ao mesmo tempo tão mal aproveitada por conta de tantas escolhas ruins. E não digo somente profissionais. Ela fez tantos procedimentos estéticos que sua expressão ficou quase que inteiramente comprometida.

Deixando os comentários sobre o rosto de Nicole um pouco de lado, é crível que “Reencontrando a Felicidade” tem o desejo de ser mais do que “o filme com o retorno de Nicole Kidman”. É uma tentativa, pelo menos. Becca (Nicole Kidman) e Howie (Aaron Eckhart) formam um casal que passou por uma das piores dores que pais poderiam passar. Eles perderam o filho de quatro anos, vítima fatal de um atropelamento de carro quando corria atrás do cachorro da família. A história se passa cerca de oito meses após o acidente, quando, aos poucos, os dois tentam restabelecer a vida social. Mas a tristeza profunda herdada da tragédia não é tão fácil de ser remediada. Howie tenta buscar ajuda em um grupo de apoio para pais enlutados, enquanto Becca já não consegue ter essa visão de compartilhamento da dor a fim de amenizá-la, sempre se confrontado com discursos religiosos ou tendo atrito com a própria mãe (Diane Wiest).

A diferença primordial entre Howie e Becca é que esta não tem apenas uma dimensão. Becca tenta lidar com a perda à sua maneira, chegando a ser agressiva e tendo atitudes que, para alguns, podem ser incompreensíveis, até para o próprio marido. Os dois personagens centrais se encontram nesse desnivelamento emocional, um se esforçando mais que o outro para conseguir dar continuidade às suas vidas, mas que no fundo muita coisa ainda não foi vista e discutida. Isso irá eclodir, é claro, em discussões após tentativas de reaproximação amorosa ou quando a ideia de um parece ser incabível pra outro. “Reencontrando a Felicidade” – que é baseado na peça de David Lindsay-Abaire  – é a pura depressão através de imagens.

Resumo
Data
Título
Reencontrando a Felicidade
Avaliação
41star1star1star1stargray

Comentários (via Facebook)

comments

2 Comentários

  1. Logo depois que eu escrevi meu texto, vim ler o que você escreveu e vi que também citou o Hedwig logo no início.

    Gostei bastante do filme, não é só uma boa atuação da Nicole. Tem um bom roteiro, é sutil e sensível.

  2. Claro, minha curiosidade com este segue exclusivamente para ver a atuação de Kidman e ver que ela ainda é boa atriz. Espero que ao menos, o film cegue nas salas de cinema de minha cidade…

    abs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *